Blog do Lalo


MÚSICA - Jorge Ben Jor, Mano Brown, Anelis Assumpção, Céu e Thalma de Freitas

A MÚSICA DO DIA

Veja o clipe oficial de "Umbabarauma", regravação do clássico "Ponta de Lança Africano (Umbabarauma)", do disco "África Brasil" (1976), com Jorge Ben Jor e Mano Brown, vocais de apoio de Anelis Assumpção, Céu e Thalma de Freitas, e instrumental por Duani Martins, Gustavo Da Lua e Pupillo:


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

CORRUPÇÃO - Mais nomes aparecem, PORÉM SEM DESTAQUE NA GRANDE IMPRENSA 

Reportagem dos jornalistas Ricardo Brandt, Ricardo Chapola e Fausto Macedo, do Estado de S. Paulo revela uma planilha apreendida pela Polícia Federal na sede da Camargo Corrêa, com nomes de diversos políticos, que, aparentemente, receberam contribuições da empreiteira.

O nome de José Serra, senador eleito pelo PSDB, aparece ao lado de uma anotação que indica R$ 1 milhão. Já o do vice-presidente Michel Temer, do PMDB, aparece ao lado de duas anotações de US$ 40 mil. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) está na lista, mas sem a indicação de valores.

Por meio de sua assessoria de imprensa, Temer negou qualquer vínculo com a empreiteira e disse ainda que nunca recebeu recursos da Camargo Corrêa “a qualquer título”.

Na mesma tabela, constam nomes de outros deputados, senadores e prefeitos, de praticamente todos os partidos políticos. Confira o documento CLICANDO AQUI.

JUDICIÁRIO (1) - Eles podem tudo?

Juiz perde voo e dá voz de prisão a funcionários da TAM - DIEGO EMIR (especial para O Estado S. Paulo)

Funcionários da companhia aérea TAM - que trabalham no aeroporto de Imperatriz (MA) - receberam voz de prisão dada pelo juiz Marcelo Baldochi, titular da comarca de Senador La Rocque (MA), e foram conduzidos ao Plantão da Polícia Civil na cidade. O fato ocorreu no último sábado, 6, após o magistrado ter sido informado que não poderia embarcar na aeronave com destino a São Paulo, pois a chamada tinha sido encerrada e a porta de embarque estava fechada cerca de sete minutos antes da sua chegada.

Inconformado com a situação, Marcelo Baldochi disse a um funcionário da empresa aérea que estava ocorrendo um desrespeito ao direito do consumidor. De acordo com uma testemunha que presenciou o ocorrido no local, o juiz chegou a entrar na área de embarque e deu voz de prisão ao funcionário, convocando um policial militar que estava no aeroporto para conduzi-lo até a delegacia. Diante deste fato, outros funcionários da TAM tentaram intervir e acabaram recebendo voz de prisão também, totalizando assim três atendentes conduzidos ao Plantão da Polícia Civil.

Dois anos antes dessa ocorrência o juiz Marcelo Baldochi negou um pedido de indenização feito por um cliente de uma companhia aérea que passou por situação semelhante no mesmo aeroporto. Em sentença proferida no dia 3 de dezembro de 2012, ele negou pedido de um consumidor da cidade de Senador La Rocque -- onde era titular da comarca -- que enfrentou situação idêntica à dele e foi impedido de viajar pela companhia aérea Gol.

"Percebe-se que o autor chegou ao aeroporto para realizar o check in meia hora antes do embarque, nota-se que as companhias recomendam a chegada com antecedência mínima de uma hora para realização do check in e trinta minutos de antecedência para o comparecimento no portão de embarque. Era ônus, pois, do autor, comparecer ao portão de embarque com trinta minutos de antecedência e não chegar ao aeroporto, pois, da chegada ao portão de embarque presume-se já feito o check in. Razões pelas quais tomo por sua exclusiva culpa a responsabilidade pelo fato causado", diz decisão publicada no Diário Eletrônico da Justiça no dia 7 de dezembro de 2012.

************************************

POR Leonardo Sakamoto, em seu blog:

Em 2007 um grupo móvel de fiscalização, coordenado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, resgatou 25 escravos da fazenda Pôr-do-Sol, no município de Açailândia (MA), de propriedade do juiz Marcelo Baldochi. Entre eles, havia um adolescente de 15 anos. Os trabalhadores faziam a derrubada da mata e o roço do pasto para o gado, com exceção de duas mulheres, que cozinhavam para o grupo.

De acordo com o relatório, o grupo de fiscalização chegou ao local após denúncia de um fugitivo. O isolamento geográfico, a retenção de salários e a existência de dívida ilegal caracterizaram a situação encontrada como trabalho escravo. Na cantina, os trabalhadores contraíam dívidas com artigos alimentícios e equipamentos de proteção individual, como botas e luvas. As condições de alojamento eram degradantes e insalubres.

Até agora, Marcelo não foi punido criminalmente e o Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão chegou a cancelar uma indenização concedida a um dos trabalhadores escravizados em uma das fazendas. O juiz também foi inserido na “lista suja do trabalho escravo'', cadastro do governo federal que relaciona os que foram flagrados usando esse tipo de mão de obra e que é usado como referência de bancos e empresas para cortar negócios, em dezembro de 2008. Mas saiu devido a uma liminar judicial em junho de 2009 – 18 meses antes do prazo regulamentar.

Através de sua atuação como magistrado, ele também interferiu em um julgamento de outro produtor, Miguel de Souza Rezende – que já foi flagrado mais de uma vez usando trabalho análogo ao de escravo em suas propriedades de gado no Maranhão. A ação do juiz, de autorizar a mudança de esfera para o julgamento desse réu, foi vista pela sociedade civil e pelo Ministério Público como danosa ao processo. Pois, com a consequente extensão do prazo, poderia contribuir com a prescrição do crime.

Enfim, em 2011, uma nova operação guiada por denúncias de trabalhadores resultou no resgate de quatro pessoas em condições análogas às de escravos na fazenda Vale do Ipanema, em Bom Jardim (MA), onde Marcelo Baldochi criava gado.

HUMOR - O antropólogo e o helicótero

Um antropólogo vai visitar uma aldeia no meio da floresta Amazônica.
— Como você chegou até aqui? — pergunta uma índia curiosa.
— Eu vim de helicóptero!
— Helicóptero? O que é isso?
Ele tenta explicar de uma maneira bem simples:
— É um negócio que levanta sozinho...
— Ah! Eu sei... Meu marido tem um helicóptero enorme!

JUDICIÁRIO (2) - O  juiz, o prefeito tucano e o doleiro de sempre

Por Miguel do Rosário, no blog O Cafezinho

Antes, um aviso: Longe de mim acusar o juiz Sergio Moro de qualquer coisa. Não sou louco nem leviano.

Imagino que ele deva ser um magistrado sério e honesto. Assim como sua esposa também deve ser uma advogada proba e íntegra. Só que fica cada vez mais difícil acreditar em sua imparcialidade. Depois de descobrir que sua esposa é advogada do PSDB e da Shell, agora ficamos sabendo que o próprio Sergio Moro, ainda estagiário, também trabalhou para o partido.

Essa República do Paraná é mesmo uma grande família. Ao final dos anos 90, ainda na era tucana, um prefeito do PSDB, Jairo Gianoto, roubava como se não houvesse amanhã. Foi condenado diversas vezes. Ele e sua equipe. Até o tributarista do prefeito, o dr. Irivaldo Joaquim de Souza, foi preso. Adivinha quem era o doleiro usado pelo prefeito tucano para lavar o dinheiro desviado, calculado em mais de meio bilhão de reais pela justiça?

Sim, ele mesmo, o doleiro Alberto Youssef, que hoje delata o PT na operação Lava Jato, comandada pelo juiz Sergio Moro.

Youssef, um homem doente e com um passado de crimes, vive numa espécie de Guantanamo tupiniquim, rodeado de delegados, promotores e um juiz tucanos. Eles só lhe dão esperanças de liberdade se delatar o PT. A mesma situação de Paulo Roberto Costa, cuja família inteira foi torturada psicologicamente pela República do Paraná. Ambos, Youssef e Costa,  são bandidos manipulados e ameaçados pelos carcereiros da Guantanamo paranaense. E pela mídia, claro.

Ah, adivinha quem era estagiário na firma do dr. Irivaldo Joaquim de Souza, o tributarista cúmplice do prefeito tucano?

Sim, ele mesmo, o juiz Sergio Moro. Um estagiário agradecido, que chegou inclusive a ser testemunha de defesa do Dr. Souza, quando este foi preso por crimes associados à corrupção da prefeitura do PSDB.

Outro nome envolvido até o pescoço nas tretas tucanas do Paraná é o senador Alvaro Dias, outro Catão da mídia. O Brasil é ou não é uma maravilha?

À diferença da Veja, cujas matérias ficcionais vem embasadas em fontes anônimas e delação de bandidos, aqui a gente mostra as provas. CLIQUE AQUI para ver os documentos e saber mais detalhes da história. 

HUMOR - Solução simples

O cliente queria abrir a garrafa de vinho, e a garçonete estava com as mãos ocupadas...



Escrito por Lalo às 20h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Elino Julião

A MÚSICA DO DIA

Elino Julião nasceu em Timbaúba dos Batistas (RN) em 13 de novembro de 1936. Ainda pequeno, costumava sair da fazenda on de nasceu descalço e a pé, rompendo 18 km de caatinga para bater a famosa " peladinha " em frente à Igreja de Sant`Ana, na cidade de Caicó, e articular-se, claro, para cantar na sede do Caicó Esporte Clube no domingo à tarde. Cantar para o garoto já era êxtase. Nos anos 50 foi para a capital, Natal, e logo garantiu seu espaço para cantar no Programa Domingo Alegre da Rádio Poti, junto ao radialista Genar Wanderley, e no animado Forró da Coréia, que o inspirou a compor um dos seus grandes sucessos: "O Forro da Coréia". Menino esperto, trouxe no sangue as raízes do autêntico "forró pé de serra" do sertão nordestino, registrou e divulgou com originalidade e alegria a cultura e as tradições dos folguedos populares nordestinos por mais de 4 décadas. Faleceu em sua cidade natal em 20 de maio de 2006. Hoje você ouve Elino Julião cantando, de sua autoria, a música "Na Minha Rede Não":


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

HUMOR - Natal chegando...

... e cada um se defende como pode!

POLÍTICA (1) - Saiu no New York Times

O estapafúrdio aumento que o Congresso quer dar para si mesmo

A presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, indicou uma nova equipe econômica liderada por Joaquim Levy, banqueiro que estudou na Universidade de Chicago e é apelidado de “mãos de tesoura” por sua prontidão em cortar os gastos públicos. Como é que o Congresso do Brasil reagiu a essa mudança? Correndo para conceder-se um aumento de salário gritante.

Aproveitando um momento geralmente sonolento no Brasil, quando muitas pessoas estão se preparando para encerrar o ano e sair de férias durante o verão do hemisfério sul, os líderes do Congresso na capital, Brasília, estão aprovando uma lei para aumentar seus próprios salários, em até 34%, para cerca de US$ 187 mil (R$ 470 mil) por ano.

“Temos que ter um aumento”, disse aos jornalistas Henrique Eduardo Alves, deputado federal pelo Estado do Rio Grande do Norte, que é o presidente da câmara. “É constitucional. O último aumento foi há quatro anos”.

Além de esbanjar no pagamento de salários a um Congresso que já está entre os mais bem recompensados do mundo, o aumento deve colocar em movimento o que os economistas aqui chamam de “efeito dominó” de aumentos em toda vasta burocracia pública do Brasil, para os juízes do Tribunal Superior e membros de legislativos estaduais.

O aumento iria catapultar a remuneração base dos parlamentares brasileiros que ultrapassará a de seus colegas nos Estados Unidos, cujo salário é de cerca de US$ 174 mil por ano, e ameaça alimentar o ressentimento contra o caro estilo de vida de Brasília.

Uma pesquisa de opinião pública deste ano publicada pelo Datafolha mostrou que o nível de aprovação do Congresso do Brasil é de apenas 14%, com 20 % dos entrevistados dizendo que o governo deveria ter o direito de fechar o Congresso.


HUMOR - Negócios de família

Manuel tem uma enorme fábrica de salsichas. Seu filho, Joaquinzinho, 10 anos de idade, um dia herdaria os negócios do pai, e Manuel resolveu explicar-lhe como funcionava uma das máquinas da sua indústria:
— Ó pá, filho, prestes atenção: esta cá uma máquina de fazer salsichas. Vou mostrar-te como ela funciona.
Manuel colocou um burro vivo de um lado da máquina e puxou uma alavanca. Eles esperaram por alguns minutos e centenas de salsichas sairam do outro lado. Joaquinzinho olhou, perplexo, pensou, e disse:
— Ora pois, papá, não entendi nada!
Manuel repetiu a operação, e a resposta foi a mesma:
— Nossa pai... Não entendi nada!
E por mais que o português se esforçasse o menino não compreendia. Muito confuso, Joaquinzinho perguntou:
— Escuta, ó pai, não existe nenhuma máquina onde se ponha uma salsicha de um lado e saia um burro vivo do outro?
Manuel, perdendo a paciência, olhou para o filho e desabafou:
— Tem sim, ó Joaq
uinzinho... A tua mãe!

POLÍTICA (2) - Para o PSDB tudo vale

Casa de Alvaro Dias invade área de preservação ambiental em praia de SC

Guilherme Balza e Vinícius Segalla do UOL, em São Paulo

Um imóvel em construção do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) na praia do Estaleirinho, em Balneário Camboriú (80 km de Florianópolis), invadiu uma Área de Preservação Permanente (APP) -- que pertence à União -- e destruiu vegetação nativa, conforme aponta relatório produzido por um órgão da Secretaria de Segurança e Defesa Social do município.

Os dois terrenos da propriedade possuem, juntos, 508 m² e ficam de frente para a praia. O imóvel está registrado em nome da CAD Trade e Empreendimentos Ltda., empresa de propriedade de Alvaro Dias e familiares.

A Semam (Secretaria do Meio Ambiente de Balneário Camboriú) autorizou os proprietários a cortar dez árvores nativas que estavam dentro dos terrenos, mas a destruição da mata foi além do permitido, de acordo com as vistorias realizadas.

Segundo relatório do Cuida (Departamento de Contenção de Ocupação Irregular e Degradação Ambiental), órgão da Secretaria de Segurança e Defesa Social, o aterro dos dois terrenos da obra extrapolou a propriedade, invadiu 25 m² de área de restinga, destruiu a mata nativa e não respeitou o recuo legal estabelecido no Código Florestal.

As investigações começaram em 13 de dezembro de 2013, após o Ministério Público de Santa Catarina ter recebido uma denúncia anônima das supostas irregularidades. Mais de oito meses depois, em 18 de agosto deste ano, houve a vistoria in loco do Cuida, que constatou a invasão da restinga. Na última sexta-feira (5), técnicos de setor de fiscalização da Semam retornaram ao local e confirmaram as irregularidades.

O senador BOTOX -- como Álvaro Dias é mais conhecido entre os seus pares -- talvez pense que o mandato político possa lhe garantir o desrespeito às leis ambientais. Esteve afastado do Congresso nos últimos meses, e hoje retornou à tribuna do Senado dizendo que sua ausência deveu-se à sua participação nas eleições. Mas elas terminaram (para os candiatos ao Senado) há mais de 2 meses. O que terá feito nosso nobre parlamentar nesse período, em que foi remunerado com o NOSSO dinheiro? Será que estava tentando apagar vestígios de sua participação na Operação Lava Jato, aquela mesma patrocinada pelo criminoso Alberto Youssef, que teve Álvaro Dias como um dos companheiros de voo nos seus jatinhos particulares ?

 

HUMOR - Concentração

O pagode rola solto na concentração, antes do jogo. Veja a reportagem jonalística:

Tá explicado o 7 x 1 contra a Alemanha, né nao?



Escrito por Lalo às 16h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Charlie Haden Quartet West

A MÚSICA DO DIA

Charles Edward Haden nasceu em Shenandoah, Iowa (USA) em 6 de Agosto de 1937. Estreou profissionalmente como cantor quando tinha apenas dois anos de idade, e continuou a cantar com a sua família até aos quinze anos, quando contraiu uma forma ligeira de poliomielite que lhe danificou permanentemente as cordas vocais. Mudou-se para Los Angeles em 1957 e começou a tocar contrabaixo, notadamente com o pianista Hampton Hawes e o saxofonista Art Pepper. Nos anos 70 fundou, com Carla Bley, a Liberation Music Orchestra (LMO). A sua música era fortemente experimental, associando o free jazz e a música de intervenção política.

Em 1971, durante uma digressão em Portugal, dedicou a sua "Song for Che" aos revolucionários anti-colonialistas das colônias portuguesas de Angola, Moçambique e Guiné-Bissau. No dia seguinte foi preso no aeroporto de Lisboa e interrogado pela DGS, a polícia política portuguesa. Em 1989 foi artista convidado do Festival de Jazz de Montreal, e em 1990 grava com o mestre da guitarra portuguesa Carlos Paredes o álbum "Dialogues". Charlie Haden – seu  nome artístico – faleceu em 11 de julho deste ano em Los Angeles, após uma enfermidade prolongada (síndrome de pós-pólio). Veja hoje sua performance com a música "First Song", acompanhado de Gary Foster (sax tenor), Alan Broadbent (piano) e Larence Marable (bateria):


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

HUMOR - Na BR-116

Manuel estava dirigindo um caminhão na BR-116, muito tranquilamente, quando ouve no rádio:
— Atenção, senhores motoristas que estão trafegando pela BR-116. Muito cuidado no trecho entre os quilômetros 235 e 280, há um maluco dirigindo um caminhão na contra-mão!
E o português:
— Ó pá, um só? Tem é um montão, ora pois...

CORRUPÇÃO - Operação Lava Jatob - A planilha de Youssef

Os 750 projetos Brasil afora sob a influência do doleiro preso na operação Lava Jato

por Fabio Serapião, para a Carta Capital — publicado 03/12/2014

  Na busca e apreensão realizada na casa de Alberto Youssef durante a primeira fase da Operação Lava Jato, em 17 de março, a Polícia Federal encontrou um documento cujo conteúdo demonstra que a atuação do doleiro extrapola os limites da Petrobras e estende seus tentáculos sobre outras estatais federais, órgãos públicos estaduais, prefeituras e empresas privadas. Apreendida em meio a relógios e canetas importados, a planilha de 34 páginas, à qual CartaCapital teve acesso, traz um relatório de 747 projetos vinculados a clientes diretos, no caso as construtoras, e relacionados a um cliente final, na maioria empresas públicas e algumas privadas.

“Assim, é claro o envolvimento de Youssef e seu grupo com grandes empreiteiras, e, através da planilha apreendida, pode-se deduzir que o doleiro tinha interesse especial nos contratos dessas empresas, onde de alguma forma atuava na intermediação”, observam os policiais federais. Somadas, as obras datadas do período entre 2008 e 2012, alcançam a cifra de 11,5 bilhões de reais e sugerem uma explicação para o fato de a força-tarefa envolvida nas investigações afirmar que a organização criminosa “abrange uma estrutura criminosa que assola o País de Norte a Sul”. Chama atenção a disciplina e organização do doleiro ao produzir o relatório. Nele, cada obra é seguida do telefone fixo e celular do contato na empresa, informações detalhadas sobre o projeto, como espessura e tipo de materiais a serem utilizados, data e valor.

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA CLICANDO AQUI 

************************************************************

Cabe lembrar que o vigarista ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, esteve no Senado Federal nesta semana, e disse que as falcatruas acontecem, pelo menos, desde o governo José Sarney (incluindo também o incorruptível PSDB, de Fernando Henrique Cardoso e Aécio Neves). Informou ainda que jamais mencionou os atos de corrupção à  Presidenta Dilma e ao ex-Presidente Lula, e que não era por ele chamado de Paulinho, como noticiam alguns jornalistas mal-intencionados. Essa parte do seu depoimento à CPMI do Congresso foi, convenientemente, omitida pela rede Globo e pelos demais órgãos de comunicação, à exceção da TV-Brasil e da revista CartaCapital.

     

HUMOR - Tem gente querendo te enrolar...

 

Gato por lebre

É grave a crise! Tem gente pintando filhote de vira-lata para ser vendido como Yorkshire. Imagina o que não vai ter de chester tirando onda de peru na ceia de Natal!

(Tutty Vasques)


INTERNET - Crimes digitais

Saiba como denunciar casos de crimes digitais - Por Ricardo Oliveira, no site Jus Brasil

As pessoas que utilizam a web sabem diferenciar o que é certo do que é errado, porém muitas vezes não sabem como proceder em caso de ilegalidades que venham a ocorrer, para que a Justiça possa punir as pessoas que estão realizando crimes. Para denunciar, primeiramente o usuário deve certificar qual o tipo de crime ele julga ilegal. O site oficial da SaferNet – Associação sem fins lucrativos, que tem o apoio da Justiça Federal, do Ministério Público Federal e do Comitê Gestor da Internet no Brasil – explica cada um dos crimes, para que o usuário possa denunciar o crime corretamente. Vale lembrar também que o denunciante tem que mencionar o link na net onde colheu as informações.

Após identificar o tipo de crime, o usuário deve preencher os campos de dados e explicar o porque ele fez a denuncia. Verificações serão feitas e pessoas da companhia entrarão em contato com o dono da página, pedindo a retirada do conteúdo.

Não é necessário identificar-se para realizar a denúncia, pois as mesmas são anônimas. A SaferNet não pode punir os criminosos, apenas pedir para que o conteúdo seja retirado, mas como tem o apoio da entidades maiores e as informações são expostas a eles da mesma forma, a Justiça pode tomar providencias e punir os culpados.

Denuncie crimes para que a Justiça possa tomar providências, assim você defende sua própria imagem e ajuda a proteger outras pessoas da mesma forma. Agora que você sabe como e onde denunciar, não deixe que informações erradas passem por você de forma “invisível”, tome uma atitude e contribua para um mundo melhor.

CLIQUE AQUI PARA PODER DENUNCIAR:

- Pornografia Infantil

- Racismo

- Apologia e Incitação a crimes contra a Vida

- Xenofobia

- Neo Nazismo

- Maus Tratos Contra Animais

- Intolerância Religiosa

- Homofobia

- Tráfico de Pessoas

DOCUMENTÁRIO - Imagens diferentes

Vídeo produzido com a utilização de uma câmera HERO3. Você verá aventuras na neve em Farrellones, Cordilheira dos Andes, Chile; Mountain Bike em Valparaiso, Chile; Escalada em Moab, Utah, USA; rali de motocicleta na Índia; Futebol em Soweto, África do Sul; Encontro com orangotangos na ilha de Sumatra, Indonésia; Mergulho em Baja California, México; Surf, na ilha de Sumatra, Indonésia; Encontro com abutres em Hartbeespoort, África do Sul; Encontro com Leões em Pretória, África do Sul. A música de fundo é "Make Me a Boat", com a banda The Family Crest:



Escrito por Lalo às 12h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MUSICA - Anna Sentina

A MÚSICA DO DIA

Anna Sentina, 19 anos, tem origens italianas, espanholas e venezuelanas. Iniciou suas atividades musicais tocando piano aos 8 anos de idade, guitarra aos 12 anos, e em seguida o baixo aos 13 anos. Aos 14 já saiu em turnê com a The School of Rock All Stars, com uma seleção de músicas da era Woodstock. Depois começou a fazer covers de rock e metal para postar no YouTube. Suas principais influências incluem artistas que vão desde a década de 1960 até o século 21: Jimi Hendrix, Frank Zappa, Flea, James Hetfield e John Petrucci. Hoje você vê Anna Sentina mostrando toda a sua virtuosidade em um cover da banda Rush, com a música " YYZ":


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

HUMOR - Mais uma boimate da Veja

Por Miguel do Rosário, postado em 28 de novembro de 2014

Já virou lenda a inacreditável barriga da Veja quando reproduziu uma matéria, publicada na imprensa londrina (no dia da mentira), de que cientistas alemães haviam conseguido criar um híbrido entre o boi e o tomate. O boimate tornou-se símbolo da decadência do jornalismo brasileiro, em especial da facção reacionária representada magnificamente pela revista Veja. Desde então, a Veja produz boimates em série. Hoje fiquei sabendo de mais um.

Há alguma semanas Rodrigo Constantino, colunista da Veja, publicou um iracundo post repercutindo uma denúncia, feita por um procurador de Goiás, de que crianças brasileiras estariam sendo levadas para a Venezuela, para serem doutrinadas na ideologia bolivariana. O procurador e o colunista basearam-se numa notícia catada no site do governo venezuelano, de que algumas crianças de uma comunidade Brasil receberiam aulas de jornalismo comunitário.

Era boimate puro na veia.

A comunidade chamada Brasil fica no estado de Sucre, Venezuela. Não tem qualquer relação com o Brasil. Não há sequer comunidade brasileira na cidade.

 FALANDO DE JUDICIÁRIO...

Supremo vai gastar R$ 18 mil alugando “sousplat”  em 2015

Do blog de Fernando Rodrigues, no uol:

O Supremo Tribunal Federal realizou na 5ª feira pregão para alugar móveis e itens de decoração para eventos que serão oferecidos pela Corte em 2015. Na lista, estão 1.000 “sousplat” - apoio para pratos de refeição, confeccionados em metal, espelho ou bambu -  pelo valor máximo de R$ 18.330. O cerimonial do Supremo também pretende gastar até R$ 23,5 mil com flores nobres e naturais e R$ 123.168 com o aluguel de cadeiras e bancos. Outros R$ 32.827 serão destinados ao aluguel de mesas, sofás, puffs e poltronas para os convidados.

O edital inclui o aluguel de 640 metros quadrados de tapete vermelho. O carpete, modalidade passadeira, deve ter no máximo 40 metros de comprimento por 2 metros de largura. Será usado até 4 vezes no ano, por dois dias em cada evento. O gasto estimado é de R$ 7.616. Eis outros itens: guardanapos em linho por R$ 6 mil, vasos decorativos com preço máximo de R$ 3.350 e tapetes estilo persa ao valor de R$ 1.700.

No total, o Supremo pretende gastar até R$ 224 mil com o aluguel dos móveis e itens de decoração. A estimativa é que 12 eventos sejam realizados durante o ano, como seminários e coquetéis, ao custo médio de R$ 18 mil cada um, sem o serviço de buffet.


Comentário do leitor Weimar Donini: Por R$123.168,00 eu me candidato a fazer o papel das cadeiras. Eu me agacho e eles sentam em cima. Posso?
Os mais gordinhos eram o Eros Grau e o Joaquim Barbosa, e não estão mais na casa! Posso excluir o Gilmar Mendes, que está com sobrepeso? Faço um desconto.

Agenda positiva - TUTTY VASQUES

Justiça seja feita, deve ter um bom punhado de homens de toga por aí morrendo de vergonha dessas sucessivas condenações da ex-agente da Lei Seca no Rio acusada de insinuar que juiz não é Deus, ainda mais se estiver dirigindo sem documentos um veículo sem placa.

Pequeno perfil de um canalha - blog O Terror do Nordeste

Primeiro, o cara libertou o maior estuprador mundial. Segundo, em menos de 24 horas, soltou o banqueiro Daniel Dantas. Terceiro, foi o único a rejeitar a denuncia contra Azeredo, no mensalão do PSDB. Quarto, inventou um grampo inexistente com o fim de ferrar Lula. Quinto, arquivou o processo que mandara Jose Serra (PSDB) devolver 200 milhores de reais a União, no caso PROER. Sexto, tirou o direito de defesa do PT no caso da calunia contra Dilma e Lula. Sétimo, faz 8 meses que está com o processo que proibe doaçoes de pessoas juridicas parado no seu gabinete, mesmo ja tendo sido vencido na votaçao. Por fim, suspende decisão que pune administrativamente o procurador Rodrigo Di Grandis, que deixou parte dos crimes contra os corruptos do PSDB prescrever. Sinceramente, esse meliante era quem deveria estar preso na Papuda.

Desembargador defende auxílio-moradia para ir a Miami comprar terno e para não ter depressão

Publicado por Rogério Galindo, no site Liberdade Juridica

Discutir eleição é importante, claro. Mas o período eleitoral sempre serve também para que outras instituições que estão de fora do processo aprovem benefícios em causa própria ou façam coisas que querem ver debaixo do tapete. Como todo mundo que acompanha o noticiário só presta atenção aos candidatos, fica barato fazer coisas impopulares nesses meses.

Em 2014, o troféu da medida impopular foi para o Judiciário, aprovou R$ 1 bilhão em “auxílio-moradia” para os seus. São R$ 4,4 mil por mês para cada magistrado do país, independente de ele (ela) já ter casa, de morar com outro juiz (juíza), e agora, discute-se, até mesmo independente de estar na ativa ou ser aposentado. Como não precisam se eleger nem gostam muito de prestar contas do que fazem, os juízes se retraíram e os críticos ficaram falando sozinhos. Mas às vezes alguém põe a cabeça para fora e é possível perguntar por que, afinal, dar auxílio moradia para quem já tem casa, e dar mais benefícios a quem já tem salário inicial superior a R$ 20 mil.

No Jornal da Cultura, isso aconteceu. O desembargador José Roberto Nalini, presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, foi questionado sobre o tema. E vale a pena você ouvir a resposta:

A declaração é uma mostra do que pensa o Judiciário? Esperemos que não, claro, mas vejamos o que ela diz:

1- O juiz aparentemente ganha bem, mas não é verdade, dados os imensos encargos que ele tem. 2- Entre esses encargos estão o Imposto de Renda e plano de saúde, coisas que os demais brasileiros, por óbvio, não têm que pagar. Caso tivessem de bancar isso, seguramente, visto que existe justiça no país, receberiam auxílio-moradia igualmente.

3- Outro encargo é que o juiz tem que comprar roupas. Curioso que o auxílio-moradia pague ternos, mas vá lá. E não são quaisquer roupas de plebeu, diga-se. São ternos de Miami! Necessariamente. Imagine só a que se subordinam os juízes em nome da aparência da Justiça nacional, em nome da boa expressão da soberania do país. Gastam dinheiro (do seu próprio bolso!) para ir a Miami comprar ternos. Quem de nós, caso tivesse sabido disso antes não teria se apiedado dos magistrados? Quem ousaria ser contra um subsídio que garante esse gesto de altruísmo em nome de nossa soberania?

4- Os juízes também precisam comprar camisas, sapatos e carros. O que justifica um auxílio moradia, evidentemente. 5- O salário de R$ 20 mil (inicial) e a ausência de um auxílio moradia estão levando nossos juízes à depressão. Custa ajudar? 6- Além de depressão, o encargo de representar a soberania nacional com viagens frequentes a Miami também está levando os magistrados a ter ataques de pânico.

7- A ausência de um auxílio-moradia causa AVC. (Não se sabe como os outros 99% da população estão sobrevivendo a essas doenças todas que acometem quem não ganha o benefício). 8- Se a população soubesse o quanto o juiz trabalha, pagaria sem reclamar. Porque, claro, os juízes trabalham mais do que você, mais do que qualquer um. E ao invés de usar este bilhãozinho para contratar mais juízes e dividir a carga, o certo é pagar mais para que eles sejam recompensados pelo que fazem.

9- Não é o dinheiro do salário do juiz que fará falta. Afinal, o que é R$ 1 bilhão por ano, né? 10- O auxílio-moradia é um disfarce assumido para reajuste de salário. O que é ilegal. Mas como quem vai julgar isso é o próprio Judiciário, quem se importa de admitir isso em público?



Escrito por Lalo às 15h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Choro Novo

A MÚSICA DO DIA

 

Choro Novo é um trio carioca formado em 2010 por Abel Luiz (Cavaquinho / Bandolim / Viola caipira / Violão tenor), Marlon Mouzer (Violão 7 cordas) e Reinaldo Pestana Bateria / Percussão) que, com experiências e formações musicais distintas, se reuniram para tocar chorinhos. E que, a partir da riqueza das possibilidades sonoras e musicais desse gênero, encontraram canais de expressão para outro fazeres e aconteceres musicais eruditos e populares, regionais e urbanos, nacionais e internacionais, na construção de um discurso sonoro entre a cidade e suas transformações. Destacamos de seu último trabalho, denominado "Sotaques & Influências", a música "Catarina", composição de Abel Luiz:  .

 


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.


HUMOR - Manuel e o negão

 

Manuel vai ao mictório do bar, e ao seu lado chega um baita dum negão. Espantado ao ver o tamanho do membro do crioulo, pergunta:
— Ora pois, o que tu fazes para teres um negócio desse tamanho?
O negão, muito do malandro, quis tirar um sarro do portuga:
— Todas as manhãs eu amarro uma pedra de dez quilos nele e dou dez voltas no quarteirão.
Dois meses depois os dois se encontram na fila de uma padaria.
— E aí, Manuel, tudo bem? — vai logo perguntando o crioulo. — Seguiu o meu conselho?
— Ó pá, segui, sim! — responde o português.
— E então?
— Pois bem, ainda não está do tamanho do teu, mas a cor já ficou igualzinha...

 

 POLÍTICA - Ele está gagá?

No dia 12 de maio de 1998, ainda em seu primeiro mandato, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso deu sua declaração mais polêmica, por ocasião da instituição do nefasto fator previdenciário, que retirou dos futuros aposentados uma boa parcela de seus proventos, além de obrigá-los a trabalhar por mais anos para desfrutar da merecida aposentadoria:

 "Fiz a reforma da Previdência para que aqueles que se locupletam da Previdência não se locupletem mais, não se aposentem com menos de 50 anos, não sejam vagabundos em um país de pobres e miseráveis", disse ele.

 Ele se esqueceu, no entanto, que começou com sua "vagabundagem", como ele mesmo chamava, muito cedo: foi aposentado como professor catedrático da USP em 1968, aos 37 anos, pelo regime militar. Recentemente, sua pensão, de R$ 22,1 mil mensais, apareceu numa lista de vencimentos superiores ao teto permitido por lei. Ele negou receber acima do teto legal, embora sua pensão, de exatos R$ 22.150,94, esteja acima dos R$ 20.662,00 recebidos pelo governador Geraldo Alckmin.


************************************

O jornalista Ricardo Boechat comentou no dia 17, no seu programa na Band News FM, a Operação Lava Jato realizada pela Polícia Federal. O jornalista afirma que sempre houve gente roubando na Petrobras, independentemente da gestão – foi assim em todos os últimos governos que passaram pelo Palácio do Planalto.

O comentário de Boechat ganhou repercussão imediata no meio político em todo País. As afirmações passaram a ser pauta de conversas ao longo do dia no meio político especialmente em São Paulo e Brasília.

Entre outras frases, disse que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso veio a público para dizer que sentia vergonha do que estava acontecendo na Petrobras. "Eu queria fazer a seguinte observação: Acho que ele está sendo oportunista quando começa a sentir vergonha com a roubalheira ocorrida na gestão alheia. É o tipo de vergonha que tem memória controlada pelo tempo. A partir de um certo tempo para trás ou para frente você começa a sentir vergonha, porque o presidente Fernando Henrique Cardoso é um homem suficientemente experiente e bem informado para saber que na Petrobras se roubou também durante o seu governo".

Quanto às manifestações que ocorreram durante o final de semana, Boechat acha válido que o cidadão se manifeste contra ou a favor dos governos e criticou o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff e a intervenção militar no País. Assista, abaixo, o comentário de Boechat, que não morre de amores pelo PT:

*********************************************

Ao compartilhar uma foto da jornalista Marlene Bergamo no Facebook, a colunista Barbara Gancia expressou, também, sua profunda decepção com o neogolpismo de lideranças tucanas, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Aloysio Nunes (PSDB-SP). Leia abaixo:

"Quando até o Lobão decide se mandar da festa é porque pesou, brother & sister & dog...
Mas pro Aloysio Nunes, campeão de MMA do PSDB, e pro "neo aquilo roxo" Aécio Neves, essa turma aí do post é bem-vinda no mesmo palanque que dona Ruth Cardoso ajudou a erguer junto com Ulysses, Montoro etc. 
Alô, governador Alckmin! Alô, senador Serra! 
Não dá pra mandar um genérico de Rivotril para acalmar os ânimos dos correligionários recém-chegados (estou falando de acalmar o seu facho também, viu FHC?). Ultimamente o senhor parece uma matraca maria maluca, sr. ex-presidente, incitando ânimos sem se dar conta de que enfraquecer a presidente eleita é de uma irresponsabilidade à toda prova".

 

HUMOR - Barulho 

Seu dia foi terrível e você só quer dormir. Mas assim que você começa a engatar no sono, o seu par te acorda. A razão? Tanto faz. É cachorro latindo, uma fresta de luz misteriosa, a pia gotejando, o importante é não te deixar dormir. Pelo resto da noite, você, o otário, vai ter que escutar sobre uma coisa que pode ser resolvida amanhã de manhã. Isso se essa coisa de fato existir, porque pra esgotar com sua paciência, as pessoas inventam qualquer coisa.

 



Escrito por Lalo às 20h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Antônio Villeroy

A MÚSICA DO DIA

José Antônio Franco Villeroy  nasceu em São Gabriel, Rio Grande do Sul, em 19 de julho de 1961. Aos 13 anos de idade ganhou seu primeiro violão, e tirava músicas de ouvido como aprendizado, mas seu maior interesse era fazer suas próprias criações. Gravou seu primeiro disco, 'Totonho Villeroy', com participações especiais de Toninho Horta e Renato Borghetti, e recebeu por esse disco o Prêmio Sharp de Revelação da Música Popular Brasileira e o Prêmio Açorianos na categoria Melhor Disco do Ano, prêmio que ganharia novamente em 1995 ao gravar o disco 'Trânsito'. A partir de 1994 e até 2006, passou a fazer turnês regulares pela Europa, onde realizou cerca de duzentas apresentações em festivais, casas de jazz e bares de cidades da Alemanha, Suíça, Áustria, Inglaterra, Itália, Portugal, Espanha e França. Essa última tornou-se sua segunda casa, não só pela ascendência familiar, mas também pela afinidade com a língua e o povo francês. Foi lá que conheceu o produtor cultural François Mas, com quem idealizou e passou a produzir, a partir de 1996, o maior festival de música brasileira que acontece regularmente na Europa, o Brasil Festival. Neste ano lançou seu último trabalho, o CD "SAMBOLERIA", do qual destacamos a música título:



Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.


POLÍTICA - Estelionato eleitoral

Por Altamiro Borges

Durante a campanha eleitoral o governador Geraldo Alckmin (PSDB), simpatizante da Opus Dei, jurou por Deus que não havia crise da água em São Paulo. Blindado pela mídia chapa-branca, que recebe fortunas em anúncios publicitários e outras regalias, o tucano foi reeleito no primeiro turno. Passado o pleito, porém, muitos paulistas devem se perguntar se não foram vítimas de um estelionato eleitoral. No último dia 10 o governador se reuniu com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, para implorar ajuda financeira no enfrentamento da grave crise – que já afeta milhões de famílias. Ele apresentou um plano para a realização de oito obras de infraestrutura, ao custo de R$ 3,5 bilhões. Na saída da audiência Geraldo Alckmin ainda tentou escamotear a mentira da campanha. Diante dos jornalistas domesticados, ele garantiu que não há racionamento no Estado, mas apenas “uso racional da água”.

O governo federal ficou de estudar a demanda. “A presidenta viu com bons olhos o conjunta das obras, mas vamos ter uma conversa mais aprofundada para que ela bata o martelo naquilo que o governo federal ajudará São Paulo. Estamos muito preocupados com a situação e o governo federal está disposto a contribuir com soluções para o problema na região metropolitana”, afirmou a ministra do Planejamento, Miriam Belchior. A presidenta solicitou ao governador que detalhasse cada uma das obras.

Com o penico (ou balde) na mão, o grão-tucano até propôs um armistício. "Tivemos disputas eleitorais legítimas, mas o palanque acabou”, disse. “Alckmin afirmou que qualquer valor que o governo federal puder contribuir será bem-vindo. ‘O governo de São Paulo precisará do máximo que puder. Pode ser recurso a fundo perdido, do Orçamento Geral da União, ou pode ser financiamento’, disse o governador”, segundo relato da Folha. Esta postura mais branda e civilizada (para não dizer oportunista) deve ter desagradado os setores mais hidrófobos do PSDB, que mantém o clima de guerra e baixarias da corrida sucessória e até falam em impeachment de Dilma.

Imagina se a moda pega. Os paulistas também poderão sair às ruas exigindo o impeachment de Geraldo Alckmin por estelionato eleitoral. Para o cambaleante Aécio Neves, que perdeu o governo de Minas Gerais e está pendurado na brocha, interessa radicalizar o discurso, alimentando os golpistas da direita. Do contrário, a sua carreira pode cair no ostracismo e virar pó – só restando o destino do “aecioporto” de Cláudio. Já para o governador paulista, a questão imediata é abrandar a crise de abastecimento no Estado. Do contrário, o seu projeto presidencial para 2018 corre sérios riscos. Um tucano morde e outro assopra. As bicadas no ninho podem ficar mais sangrentas nas próximas semanas!

Lucro da Sabesp cai 81% em um ano e fica em R$ 91,5 milhões

O lucro da Sabesp no terceiro trimestre caiu 81% em relação ao lucro obtido um ano antes e ficou em R$ 91,5 milhões. O resultado foi afetado por aumento nos custos da empresa diante de uma receita praticamente estável, além de uma expansão no resultado financeiro negativo, que mais que dobrou, chegando a R$ 337,8 milhões. A receita operacional líquida somou R$ 2,82 bilhões no terceiro trimestre, um alta de cerca de 2% sobre o registrado um ano antes. Os custos dos bens e serviços vendidos subiram 21% e fecharam o trimestre em R$ 1,98 bilhão.

HUMOR - Muro separará Brasil ocidental do Nordeste

Votação realizada em urnas natalinas no Shopping Cidade Jardim mostrou que 96% dos paulistanos são a favor da construção de um muro que colocará o Brasil que produz e paga impostos de um lado, e a ameaça assistencialista bolivariana de outro. "Vamos separar o Brasil ocidental do Nordeste", anunciou João Doria Jr. "Do lado de cá das trincheiras, estaremos guarnecidos pelo superávit de masculinidade do blogueiro Rogério Constantinopla e pela verve verborrágica de Lobão, além de podermos contar com os lançamentos da Globo Filmes para alegrar nossos finais de semana nos cinemas. Em caso de balbúrdia ou rolezinhos, sempre teremos à mão o arsenal da família Bolsonaro", esclareceu. "Do lado de lá, restam a barbárie, o Brasil 247, o cinema pernambucano e a água encanada", completou.

Após encomendar 144 toneladas de mármore para revestir o lado ocidental do muro, Doria Jr. liderou uma legião de cidadãos de bens, que produzem e pagam impostos, concitando-os a arregaçar as mangas e colocar a mão na massa. "Também fizemos um crowdfunding para contratar ajudantes de pedreiro nordestinos radicados no Largo 13 de Maio", explicou.

******************************************

Pois é... enquanto o mundo comemora os 25 anos da queda do Muro de Berlim, existem no nosso país imbecis que desejam criar o Brasil Oriental e o Brasil Ocidental. Estamos BEM ADIANTADOS politicamente, né não???

JUSTIÇA - Ele pode tudo!

blog 247 – Mais de três meses depois de sua aposentadoria, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa ainda não devolveu o apartamento funcional colocado à sua disposição, em Brasília, quando exercia o cargo de ministro na corte. Resolução do STF de 2004 assegura aos ministros aposentados da corte o prazo de 90 dias para devolução do bem público, o que aconteceu em 29 de outubro último, mas até hoje o ex-ministro continua ocupando ilegalmente o imóvel.

Fica instituída no Brasil a oração do "Juiz Nosso:

Magistrado nosso que estás de toga,
Santificado seja o Vosso diploma,
Aplique a nós as vossas Leis,
Seja feita a Vossa vontade, assim no Tribunal contra o Réu.
A propina nossa de cada dia nos dai hoje.
Ignorai as nossas blitzes, assim como nós ignoramos a quem dirige bêbado.
E não nos deixeis andar na contramão, mas livrai-nos das multas.
Amém!

Autor: Carlos Torquato - Brasília - DF

COMPORTAMENTO - Ele também pode tudo!

Abílio Diniz compra posto de gasolina vizinho para se livrar de barulho

O mais famoso posto de gasolina da avenida Europa, esquina com a rua Peru, em São Paulo, que era ponto de encontro de várias turmas – incluindo de policiais – começou a fechar mais cedo. O motivo? O vizinho Abílio Diniz, que mora ao lado, de tanto se incomodar com o barulho até altas horas da madrugada, resolveu o problema: comprou o posto, que agora só fica aberto até as 20h.

Simples assim,né não?

HUMOR - Feliz casamento!!!



Escrito por Lalo às 17h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Aláfia

A MÚSICA DO DIA

Tudo começou em 2011, quando a banda Aláfia esquentava afinidades em uma temporada de shows no Bar B, no centro de São Paulo. A fala da rua, o frescor dos encontros e o contato profundo com a ancestralidade afro-brasileira se mostraram aspectos fundamentais para a criação do grupo. Aláfia está nas quebradas, Augusta ou Vila Madalena, nas quermesses, saraus, terreiros e salões e, atenta à luta, a banda pertence à cidade em transe. Formada por Eduardo Brechó (coro e guitarra base), Jairo Pereira (coro), Xênia França (voz), Lucas Cirillo (gaita, backing vocals), Alysson Bruno (percussão), Pipo Pegoraro (guitarra solo, backing vocals), Filipe Gomes (bateria), Gil Duarte (trombone e flauta), Fábio Leandro (Rhodes, hammong e mood) e Gabriel Catanzaro (baixo elétrico). Hoje você vê essa rapaziada interpretando a música "Quintal":


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.


HUMOR - ENEM

 

Pai manda, por WhatsApp, a filha fazer ENEM e se torna avô

O WhatsApp está sendo processado novamente. Agora por José Ricardo Nunes, pai de T. Segundo o pai, ele mandou a filha fazer o ENEM, porém o corretor ortográfico corrigiu para “neném”. Como sua filha é muito obediente, foi lá e fez, está grávida. A empresa responsável pelo WhatsApp se manifestou dizendo que o filho não é dela, pois ela só envia as mensagens, e o pai seria o corretor ortográfico do Samsung da jovem. A Samsung já se pronunciou dizendo que exigirá o DNA. Como a jovem é brasileira, a paternidade será revelada no Programa do Ratinho.

E a menina T, da história acima, já faz sucesso com a sua barrigona:

 JUSTIÇA - Mais um engavetador... 

 INTERNAUTAS FAZEM CAMPANHA #DEVOLVEGILMAR - Blog 247

Após sete meses, completados no início de novembro, que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes suspendeu a votação da proposta que proíbe empresas privadas de financiarem campanhas eleitorais, os internautas criaram a campanha #DevolveGilmar.

O tempo que o processo está suspenso foi lembrado pelo colunista do 247 Paulo Moreira Leite, no final de outubro. "Não é razoável impedir — por um artifício — que se faça o debate. É um absurdo jurídico e uma manobra antidemocrática", defendeu, na ocasião, o jornalista, em artigo intitulado "Devolve, Gilmar!".

O debate sobre a Adin apresentada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) começou a ser feito pelos ministros do STF no início de abril, quando o placar ficou em 6 x 1 pelo fim das doações privadas e contra o ponto de vista de Gilmar. O ministro, então, pediu vistas do processo e até hoje não o liberou.

Nas redes sociais, além da hashtag #DevolveGilmar, publicada sempre com notícias relacionadas a corrupção e a protestos contra o financiamento de empresas privadas a candidatos, os internautas criaram também um abaixo-assinado, uma contagem de dias que a votação está suspensa e um evento no Facebook.

A página da contagem regressiva lembra que, "pelo prazo regimental do STF, ele já deveria ter devolvido os autos há 167 dias", mas "está há 188 dias atrasando o julgamento do fim do financiamento de empresas às campanhas eleitorais".

 

CORRUPÇÃO - PSDB, DEM e PSB

 Em decisão unânime na tarde de quinta-feira (6), o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Minas Gerais cassou os mandatos de José Leandro Filho (PSDB)Chiquinho Xavier (DEM), respectivamente prefeito e vice-prefeito de Ouro Preto, na região central do Estado de Minas Gerais. A cassação teve como base a aplicação da Lei da Ficha Limpa.

José Leandro, 67 anos, cumpria o terceiro mandato. Conforme informações do TRE, a cassação ocorreu devido a irregularidades na sua primeira gestão, em 1988, quando o tucano teve as contas públicas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado. Em 1993, a Câmara de Vereadores votou pela cassação do prefeito. No entanto, o prazo para torná-lo inelegível não havia sido definido, e o impasse se arrastou por anos.

Nas eleições de 2012 Júlio Pimenta (PPS), candidato derrotado por José Leandro Filho, denunciou o caso ao TRE, que indeferiu a candidatura do adversário. Na apelação, a Corte mineira voltou atrás na decisão e o caso foi parar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que decidiu que José Leandro não deveria ter disputado a eleição. Os ministros determinaram então que o TRE julgasse o caso novamente. A decisão pela cassação foi unânime.

Conforme decisão do TRE, o segundo colocado nas eleições de 2012, Júlio Pimenta (PPS), e o vice na chapa, Airton Miranda (PDT), deverão assumir a Prefeitura de Ouro Preto, após a publicação da decisão no acórdão no "Diário da Justiça Eletrônico", o que deve ocorrer em dez dias.

 

 

247 – Derrotada no 1° turno das eleições à Presidência, Marina Silva (PSB) arrecadou R$ 62 milhões durante a campanha e terminou a disputa sem dívidas. O balanço foi divulgado na última terça-feira pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e inclui também o período em que o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morto em agosto, era o candidato do PSB.

No entanto, a prestação de contas não cita o pagamento do jato que caiu em Santos (SP), matando Eduardo Campos e mais seis pessoas da coligação. O uso do avião é alvo de investigação da Polícia Federal e do Ministério Público.


 HUMOR - Aula de matemática

A Roma antiga deu ao mundo ocidental várias coisas boas: saneamento, estradas, vinho, bacanais... mas também trouxe outras coisas não muito boas, tipo aqueles números escrotos. É um festival de letras e tracinhos que dão uma pane na sua cabeça. Mas fica a pergunta: como eram as aulas de matemática? Eram juntas com as aulas de latim? Como que você sabia que estava diante de uma equação e não uma oração? Aliás, quem foi o gênio que teve essa brilhante ideia de colocar letras e números iguais? Infelizmente, isso são fatos que se perderam pela História. Veja o vídeo:



Escrito por Lalo às 20h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Cezzinha e Orquestra Sinfônica da Paraíba

A MÚSICA DO DIA

Cézar Thomas Silveira é autodidata e começou a carreira aos 13 anos por incentivo do pai. Seus primeiros passos no caminho da profissionalização musical aconteceram ainda na adolescência, na Orquestra Sanfônica, quando fez diversas apresentações a convite de Terezinha do Acordeon por todo o estado de Pernambuco, sempre chamando atenção das pessoas por ter pouca idade, e ser detentor de um talento musical nato. O músico Dominguinhos foi o primeiro a reconhecer sua desenvoltura e passou, então, não só à convidá-lo para participar de seus shows, como também à indicá-lo para acompanhar vários artistas. O vídeo de hoje é de um show memorável que Cezzinha – seu nome artístico – fez, acompanhado pela Orquestra Sinfônica da Paraíba, no Espaço Cultural, aqui em João Pessoa. A música chama-se "Espumas ao Vento", de autoria de Acioly Neto:


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.


CRÔNICA - A longa indigestão - Luís Fernando Veríssimo

Quando o Brizola se convenceu de que não chegaria à Presidência da República, consolou-se com uma sentença: a elite brasileira teria que engolir um sapo barbudo em seu lugar. Quem estava vivo e consciente na época se lembra do quase pânico provocado pela perspectiva do Lula no poder. Oitocentos mil empresários fugiriam do País. Ninguém sabia ao certo o destino da sua prataria, nem de suas cabeças. A ideia de engolir um sapo, ainda mais um sapo com uma ameaçadora barba cubana, era revoltante. Mas, fazer o quê? Lula foi eleito legalmente, o sapo foi deglutido e empossado. E o pior não aconteceu. Poucos empresários emigraram e os que ficaram, principalmente do setor financeiro, não se arrependeram. E ninguém foi guilhotinado.

É verdade que o PT tratou de tornar-se mais palatável para ser eleito. Prometeu seguir o modelo econômico vigente, com alguns ajustes na área social para honrar seu passado e seus compromissos de campanha, mas sem fazer loucuras. E o sapo barbudo desceu pela goela da nação com a suavidade possível. Já a sua digestão foi outra coisa. Não se muda de dieta tão radicalmente sem consequências ao menos gástricas. Pela primeira vez, o Brasil tinha na Presidência um ex-operário, vindo das lutas sindicais, que errava a concordância verbal, mas mobilizava a massa. Com todas as suas precavidas concessões ao status historicamente quo, o PT não deixava de representar a "classe perigosa", como a nobreza francesa chamava os pobres antes da Revolução, no poder, o que também não ajudava o metabolismo. A resistência do patriciado brasileiro ao PT tem várias causas: diferenças ideológicas, interesses contrariados, medo, a própria arrogância do partido no governo e suas quedas na corrupção, e - especialmente inadmissíveis - os seus sucessos: distribuição de renda, políticas sociais, desemprego baixo, etc. -, mas o ódio ao PT só se explica como má digestão.

Doze anos de indigestão: é compreensível a irritação causada pela eleição de mais quatro anos de PT no governo e a continuação da praga do Brizola. Os que se manifestam contra uma suposta fraude no pleito apertado e pedem o impeachment dos vencedores estão exercendo o direito de todo perdedor, o de espernear. Só achei curioso ver, desfilando numa manifestação na Avenida Paulista, uma faixa que pedia a volta dos militares ao poder. Teoricamente, não é preciso mais de três pessoas para fazer e carregar uma faixa daquelas: uma para pintá-la e duas para segurá-la. Fiquei pensando em quantas pessoas no desfile além das três hipotéticas concordavam que outra ditadura militar é preferível ao PT no governo. Talvez ninguém, talvez a maioria. Nunca se sabe o efeito da má digestão num organismo.

HUMOR - Pastor ex-viado???

Depois de dizer que seu colega de profissão pastor Marcos Feliciano é "injustiçado" pelos protestos, sobretudo dos homossexuais, o parlamentar pastor Sargento Isidório (PSC-BA – ex-PSB e ex-PT) parte em defesa do irmão de fé e explica porque ele está "certo" quando diz que os negros são "amaldiçoados". E explica "como tudo começou".

"A viadagem da África, quando viu dois cabras bons, bonitos, musculosos, saiu atrás. (...) [Por isso], o Pastor Marco Feliciano falava que por causa do pecado lá naquela região onde a pele é mais negra aconteceu a maldição" – pra quem não sabe, Sargento Isidório também é negro...

Já a sua (dele) viadagem deve ter começado em 2005, quando foi fazer um exame de próstata e, segundo suas palavras na tribuna da Câmara baiana, aconteceu o seguinte: "Até agora estou vendo estrelas, graças à virulência do médico. Pensava que era de uma outra maneira. Mas, da maneira que o médico me tratou, a maneira que foi introduzido aquele dedo, foi horrível. Quase que desmaio, saí de lá com o olho cheio de vaga-lume". Paralelo ao seu discurso, o deputado fez questão de mostrar com gestos e gritos como foi o seu exame. "O médico chegou e foi colocando o dedo". Ao mesmo tempo em que falava e divertia os seus colegas, Sargento Isidório ainda foi obrigado a ouvir piadas. O deputado João Bonfim (sem partido), após o pronunciamento do parlamentar, perguntou para Sargento Isidório se foi mesmo o dedo que o médico usou para realizar o exame.

O deputado baiano sargento Isidório  faz questão de dizer que é "ex-gay" e revelou ainda que é "ex-drogado", "ex-bandido" e que acha que "teve" o vírus HIV, mas a "fé" o "curou". Contudo, apesar de garantir que está "curado da homossexualidade", Isidório disse que ainda precisa se policiar. "O pastor é humano. Claro que eu tenho medo de recaída. Eu não posso ficar junto de um homem muito tempo porque a carne é fraca". No vídeo abaixo, o deputado estadual, Pastor Sargento Isidório explica a causa que a causa da estiagem em "Sum Paulo -- é assim mesmpo que ele pronuncia --" é a viadagem:

Pois é, talvez devido à pregação do pastor, começou a chover em "Sum Paulo" (como, aliás, já previa a metereologia). O que causa espécie é a insistência que o pastor tem em declarar que não é mais gay – algum desejo incontido de voltar a "queimar a rosca"? Sei não, aprendi quando criança que não existem ex-prostitutas e nem ex-gays...


HUMOR - Política e futebol

Atlético Mineiro 4 x 1 Flamengo. Desclassificado o Mengo. Qualquer semellhança com Aécio Neves é mera coincidência...


CORRUPÇÃO - PSB e (adivinha?) PSDB

TRE cassa mandato de governador de Roraima, por Cyneida Correia

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE) cassou por três votos a dois, na quarta-feira, o mandato do governador Chico Rodrigues (PSB). Os juízes julgaram a representação nº 3-24/2011 ajuizada pela coligação “Pra Roraima voltar a ser feliz” e pelo Partido Progressista, por gasto irregular de campanha em 2010. Os principais pontos discutidos foram a compra de grande quantidade de camisetas amarelas, a contratação de pessoal de forma irregular e os pagamentos efetuados em dinheiro vivo. O ex-governador Anchieta renunciou ao cargo em abril passado para concorrer ao Senado e foi excluído da ação.

****************************************************************

TRE-SP cassa prefeito tucano

Por Fausto Macedo, para O Estado de São Paulo

Por quatro votos a dois, o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo cassou na terça feira, 4, o mandato do prefeito de Taubaté, no Vale do Paraíba, José Bernardo Ortiz Jr. (PSDB), eleito em 2012.  A corte eleitoral acolheu pedido do Ministério Público, que atribuiu a Ortiz Jr. abuso do poder político e econômico.

Para o Ministério Público, o tucano se valeu de desvios na Fundação para o Desenvolvimento da educação (FDE), braço da Secretaria de Estado da Educação, coincidentemente presidida por seu pai, José Bernardo Ortiz, um antigo aliado do governador Geraldo Alckmin no Vale do Paraíba.

Na gestão de Ortiz pai um suposto cartel de empresas fornecedoras de material escolar, como mochilas, teria conquistado contrato milionário por meio de fraude à licitação, segundo o Ministério Público. Parte da verba que teria sido desviada abasteceu a campanha de Ortiz Jr. aponta a Promotoria. Os bens ambos, pai e filho, continuam bloqueados, em razão da mesma decisão na ação de improbidade, que foi mantida pelo Tribunal de Justiça do Estado.

HUMOR - Trote do Willmutt

Cleiton Geovani Kurtz é oriundo de uma família humilde da cidade de Marechal Cândido Rondon-PR. Foi servente de pedreiro, carteiro, atendente de farmácia e vendedor de loja até que incorporou o humorista WILLMUTT e saiu do anonimato para se tornar conhecido e reconhecido em todo o Brasil, especialmente na região Sul, por seus trotes telefônicos e humor irreverente. O personagem WILLMUTT surgiu de uma brincadeira entre amigos, em 2003, um trote, aplicado despretensiosamente numa operadora de telefonia celular. Com o tempo, sempre interpretando o alemão WILLMUTT, novos trotes foram aplicados, sendo que hoje já são mais de 200. Todos eles obedecem a uma característica própria, ou seja, sem ofensas a quem está do outro lado da linha e sem denegrir a imagem da empresa ou pessoa vítima” da pegadinha. Ouça um desses trotes, em que Willmutt tenta fazer uma reserva em um motel em Lages (SC):



Escrito por Lalo às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Betto Pereira

A MÚSICA DO DIA

Considerado um dos mais expressivos representantes da Música Popular Brasileira produzida no Maranhão, Betto Pereira vem conquistando o público com a fusão de ritmos que está sempre impressa em todos os seus trabalhos, e que é uma característica marcante nesse artista.Com mais de vinte anos de carreira, já esteve ao lado de grandes nomes da MPB como, Gilberto Gil, Alcione, João do Vale, Amelinha, Dona Ivone Lara, Miucha, Zéca Baleiro, Cristina Buarque, Ana Buarque, Elba Ramalho, Fauzi Beydoun, dentre outros. Já tem mais de 12 CDs gravados, e hoje você vê Betto Pereira cantando "Som de Gafieira", de sua autoria em parceria com Celso Reis:


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

POLÍTICA - Caro FHC: o senhor poderia dizer quais as mentiras ditas sobre Aécio?

Paulo Nogueira, para o Diário do Centro do Mundo

Fernando Henrique Cardoso disputou com Lobão o papel de figura mais ridícula deste último final de semana. Na minha opinião, ganhou. Num artigo, FHC recorreu a um lugar-comum que vem sendo utilizado pela oposição, incapaz de analisar os reais motivos que a levaram a mais uma derrota nas urnas.

FHC falou nas “mentiras” da campanha petista. Na “desconstrução” de Aécio.

Quais serão as mentiras? Olhemos para trás.

O aeroporto de Cláudio, por exemplo. É mentira? É invenção? Acabaram as eleições, mas espera-se que o caso não seja esquecido. Aécio tem que ser devidamente cobrado por ter torrado 14 milhões de reais de dinheiro público num aeroporto privado. Que o novo governo de Minas tire do armário todos os esqueletos da era Aécio, a começar pelo aeroporto.

É mentira que Aécio colocou dinheiro público, na forma de propaganda, em rádios suas? Aliás: essas rádios são uma mentira? Como um político pode ter rádios – escondido dos olhares públicos, aliás – e ao mesmo tempo falar em decência e ética?

É mentira o nepotismo desenfreado de Aécio, simbolizado em Andrea Neves? Agora: mentira, neste capítulo, foi o uso por Aécio, num debate, do irmão de Dilma, o modesto, o discreto Igor. Só depois das eleições, aliás, o Estadão mostrou quem é Igor. É uma espécie de Mujica, até no carrinho velho.

É mentira que Aécio, aos 17 anos, ganhou do pai deputado um emprego que deveria levá-lo a Brasília ao mesmo tempo em que estudava no Rio?

É mentira que aos 25 anos ele foi nomeado diretor da Caixa por um primo que era ministro? Justo Aécio, que não cansou de falar em meritocracia e aparelhamento.

Vamos ao próprio FHC. Era mentira que houve compra de votos no Congresso para a aprovação da emenda que permitiu sua reeleição? Mentira é mentira. Não adianta FHC tentar chamar verdades de mentiras.

Mentira mesmo é dizer, como Aécio fez, que pesquisas mostravam que ele estava dando uma surra em Dilma em Minas com base em números que ele sabia serem enganosos. O dono do instituto revelou que avisou. O estatístico também.

Mentira também foi a tentativa canhestra de usurpação de programas sociais como o Bolsa Família.

O PSDB tem um problema dramático. Não tem causa. Virou um grande conglomerado de direita. Mesmo com o apoio de todo mundo – mídia, Marina, Eduardo Jorge etc etc – apanhou. É um partido que tem muito mais passado que futuro. Os tucanos teriam que se reinventar, mas quem poderia fazer isso?

Aécio? Pausa para gargalhada.

Alckmin? Pausa para mais gargalhada.

E então, na falta de ideias novas e líderes novos, aparece a desculpa da mentira. Duvido, sinceramente duvido, que FHC, afinal um homem inteligente, acredita de fato que sejam mentiras as verdades que ele diz serem mentiras.

A isso – tratar verdades como mentiras sabendo que são verdades —  se dá o nome de cinismo. Ou, em política, demagogia.

AÇÃO ENTRE AMIGOS: em 2006, Sabesp doou R$ 500 mil ao iFHC


O Instituto Fernando Henrique Cardoso, entidade não-governamental criada pelo ex-presidente da República, recebeu em 2006 doação de R$ 500 mil da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), para um projeto de preservação do acervo de FHC -documentos, fotografias e objetos. A Sabesp é administrada por indicados pelo PSDB.

A falta de investimentos no setor não reflete o lucro embolsado pelos acionistas da Sabesp.  Além da doação ao iFHC, de 2004 a 2013 a Sabesp distribuiu R$ 4,8 bilhões de lucros aos seus acionistas no Brasil e no exterior. No entanto, nesse mesmo período houve redução em investimentos, manutenção e número de funcionários.

Alckmin contou com a blindagem da mídia para enganar a população. No entanto, o governador e seus jornais aliados não vão conseguir segurar essa situação por muito tempo.

 

Me engana que eu gosto, vereador cara de pau...

 HUMOR - Juca Kfouri

 Os institutos NonSensus e o Mentirás estão realizando pesquisa eleitoral sobre o resultado da recontagem de votos pedida pelo PSDB ao TSE. Primeiras prévias dão boa dianteira para Aécio. Aguarda-se para hoje ou amanhã edição extra da revista Zóia.

Matéria especial com pesquisadores e analistas demonstra que, considerando-se a margem de erro de 2 pontos percentuais, o resultado da eleição (51,6% x 48,3%) configura empate técnico, podendo, num dos cenários, Aécio ter ficado à frente de Dilma.

A campanha na fase da recontagem agita a avenida Faria Lima, na capital paulista. Analistas financeiros montaram enorme painel eletrônico com programa Excel fazendo projeções estatísticas on line: segundo essas projeções, Aécio já tem duas voltas de vantagem sobre Dilma.

Teve início há pouco evento que reúne em Higienópolis, em São Paulo, colunistas políticos, militares reformados, membros da TFP e senhoras paulistanas. Todos rezam de mãos dadas diante de um enorme retrato de FHC, que, modestamente, preferiu não comparecer e acompanhar a recontagem num estúdio de TV montado na rampa do Palácio do Planalto.

Em tempo: Lionel Messi acaba de assinar contrato por dois anos. No primeiro ano defenderá o Corinthians e, no outro, o Flamengo.

Voltaremos a qualquer momento. É com você, Homer.

LITERATURA - Chico Buarque de Holanda

Após cinco anos do último lançamento, o livro "O Irmão Alemão", de Chico Buarque de Holanda,  chegará às livrarias no dia 14 de novembro. A pré-venda está disponível nos sites das principais livrarias a partir de hoje, 4 de novembro. Veja Chico lendo um dos capítulos de sua mais nova obra:



Escrito por Lalo às 08h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Carol Naine

A MÚSICA DO DIA

A cantora Carol Naine se relaciona com a música desde criança, mas só começou a compor aos 27 anos. Começou fazendo sambas, depois foi para outros estilos, e conheceu o diretor musical Ivo Senra, que teve uma participação importante na gravação do seu CD e na nova etapa da carreira da artista. Veja ela cantando, de sua autoria, a música “Nosso Lar”:


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

CORRUPÇÃO (1) - Político cassado deve ressarcir custos à União

André Richter - Repórter da Agência Brasil

A Justiça do Paraná confirmou, pela primeira vez, sentença que condenou um político cassado a ressarcir a União pelos custos com novas eleições. Richard Golba, ex-prefeito de Cândido Abreu (PR), foi condenado a pagar R$ 46,7 mil pelas despesas com a organização do pleito.

Nas eleições municipais de 2008 Golba tentou a reeleição. Ele não conseguiu registro de candidatura, pois teve as contas rejeitadas no primeiro período em que governou a cidade, entre 1998 e 1999. Mesmo com o registro rejeitado, ele continuou a campanha e foi eleito. Em seguida, o Tribunal Superior Eleitoral manteve a candidatura dele barrada e determinou a realização de novas eleições.

Em fevereiro de 2012 Richard Golba recebeu sentença uma decisão do Tribunal de Justiça do Paraná que o condenou em ação de improbidade administrativa proposta em 2002 pelo próprio Município. A ação tratava de irregularidades em convênio firmado entre o Município e Secretaria de Estado dos Transportes para recuperação e manutenção da malha viária municipal. O ex-prefeito foi condenado ao ressarcimento integral do dano causado aos cofres públicos (que, em valores da época, era de R$ 84.473,88), suspensão dos direitos políticos por cinco anos e perda da função pública. Não há mais possibilidade de recurso.

Depois disso, o ex-prefeito Richard Golba ocupou um cargo na Secretaria de Finanças da EMATER,  no Governo Beto Richa (PSDB-PR).

De acordo com entendimento do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, a União não pode arcar com prejuízos causados pelo ex-prefeito, que concorreu ao pleito por sua conta e risco.

*************************************

Ganha um doce quem descobrir o partido ao qual Richard Golba é filiado:

 

 

ACERTOU!!! É ISSO MESMO! É aquele partido em extinção, o DEM, presidido pelo impoluto José Agripino, que já teve, entre um de seus filiados, o outro incorruptível Demóstenes Torres… Tutti buona gente, né não?

 HUMOR - Futuras investigadoras

Eram três loiras, na mesma sala, fazendo teste para se tornarem investigadoras. O policial chamou a primeira, mostrou-lhe uma foto de um rapaz de perfil durante uns quinze segundos e depois pergunta:
— Qual a característica mais marcante deste sujeito?
— Ele só tem um olho — respondeu ela.
Tentando esconder seu espanto pela burrice da moça, o policial chamou a segunda, mostrou-lhe a mesma foto, e fez a mesma pergunta.
— Ele só tem uma orelha — respondeu ela.
O policial balançou a cabeça, chamou a terceira moça, mostrou-lhe a foto e fez a mesma pergunta.
— Ele usa lentes de contato!
— Perfeito! Como foi que a senhora descobriu?
— Foi fácil! Se o cara só tem um olho e uma orelha, como é que ele iria usar óculos?


CORRUPÇÃO (2) - Engavetador da corrupção tucana é processado

O CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) abriu processo disciplinar contra o procurador da República Rodrigo de Grandis por manter engavetado por quase três anos um pedido de investigação da Suíça sobre o caso Alstom em gestões tucanas.

Em 2011 o Ministério da Justiça, chefiado por José Eduardo Cardozo, também cobrou, em pelo menos três ofícios, que De Grandis respondesse à solicitação sobre a investigação que envolve pagamento de propina da multinacional francesa e outras empresas a políticos do PSDB. O pedido da Suíça incluía buscas na casa de João Roberto Zaniboni, que foi diretor da estatal CPTM entre 1999 e 2003, nos governos do PSDB de Mário Covas e Geraldo Alckmin.

No entanto, o procurador nada fez para ajudar os colegas suíços em dois anos e oito meses. Ele alegou "falha administrativa", dizendo que o documento havia sido colocado incorretamente em uma pasta de arquivo.

O corregedor do CNMP interpretou o caso como "violação, em tese", dos deveres de "cumprir os prazos processuais", "desempenhar com zelo e probidade as suas funções" e "adotar as providências cabíveis em face das irregularidades de que tiver conhecimento ou que ocorrerem nos serviços a seu cargo".

Leia aqui reportagem de Frederico Vasconcelos sobre o assunto.

POESIA E ARTE - Poema das Sete Faces

Ontem, se vivo estivesse, Carlos Drummond de Andrade teria completado 112 anos de idade. Nascido em Itabira, Minas Gerais, em 31 de outubro de 1902, foi poeta, contista e cronista brasileiro, considerado por muitos o mais influente escritor brasileiro do século XX. Drummond, como os modernistas, seguiu a libertação proposta por Mário e Oswald de Andrade, com a instituição do verso livre, mostrando que este não depende de um metro fixo. Se dividirmos o modernismo numa corrente mais lírica e subjetiva, e outra mais objetiva e concreta, Drummond faria parte da segunda, ao lado de Oswald de Andrade.

Em 1930 publicou a sua primeira obra poética, "Alguma poesia" (1930), da qual destacamos o "Poema das Sete Faces", em excelente vídeo, com fundo musical da banda The Piano Guys, que interpreta "Beethoven's 5 Secrets". A declamação é de Daniel Pissetti Machado. Imperdível!!!

Poema de sete faces

Quando nasci, um anjo torto 
desses que vivem na sombra 
disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida.

As casas espiam os homens 
que correm atrás de mulheres. 
A tarde talvez fosse azul, 
não houvesse tantos desejos.

O bonde passa cheio de pernas: 
pernas brancas pretas amarelas. 
Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração. 
Porém meus olhos 
não perguntam nada.

O homem atrás do bigode 
é sério, simples e forte. 
Quase não conversa. 
Tem poucos, raros amigos 
o homem atrás dos óculos e do -bigode,

Meu Deus, por que me abandonaste 
se sabias que eu não era Deus 
se sabias que eu era fraco.

Mundo mundo vasto mundo, 
se eu me chamasse Raimundo 
seria uma rima, não seria uma solução. 
Mundo mundo vasto mundo, 
mais vasto é meu coração.

Eu não devia te dizer 
mas essa lua 
mas esse conhaque 
botam a gente comovido como o diabo.



Escrito por Lalo às 19h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Araticum

A MÚSICA DO DIA

O grupo Araticum é fruto da união de cinco compositores paulistanos apaixonados pela música instrumental brasileira e pela cultura dos países sul-americanos, sendo integrado por Angelo Ursini (saxofones, clarinete, flauta transversal, kenas, sampoñas e pífanos), Bruno Duarte (vibrafone, bateria e percussão), Ricardo Barros (violão de sete cordas, guitarra, guitarra portuguesa e kalimba), Ricardo Pesce (sanfona e piano) e Vinicius Pereira (contrabaixo acústico de cinco cordas). Seu disco de estréia, “Tarde“, promete levar o ouvinte a passear por diversas paisagens sonoras, através de arranjos elaborados que aliam a técnica de escrita da música erudita com a matéria prima musical da nossa terra. A unidade do grupo se apresenta através da pluralidade estética das composições e da cortesia dos músicos, sempre abertos aos novos sabores musicais trazidos pelos seus companheiros. Ouça a música-título do disco do Araticum, de autoria de Ricardo Barros:


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

HUMOR - Eleições 2014

Pesquisa Sensus dá vitória a Aécio no 3º turno

Uma acachapante vitória com 325% dos votos aguarda Aécio no terceiro turno das eleições presidenciais. É o que prevê a pesquisa Sensus divulgada hoje. De acordo com o Instituto, a margem de erro para mais ou para menos é de apenas 120%. A pesquisa ouviu 1200 eleitores em todos os comitês de Aécio Neves espalhados pelo país.

Os pesquisadores fizeram uma pesquisa induzida, na qual todos os nomes da cédula eram Aécio. Na pesquisa espontânea, Aécio também venceu. A pergunta da pesquisa espontânea foi: “Se só houvesse o candidato Aécio você votaria nele?”. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o número 171.

Otileno Junior, com sugestão de Pablo Soto.

Aeroporto de Cláudio, na fazenda do titio do Aécim, nas Minas Gerais, fica superlotado para conferir a saída do cantor Lobão, mas ele fura! Parece que Miami não o aceitou, e segundo o cantor seus cds não vendem mais como antigamente, então é impossível pagar a passagem pro exterior.

Lobão está tentando agora ir para o Acre, pois é o lugar do Brasil mais distante do Brasil, porém talvez ele fique mesmo em São Paulo, vivendo em um retiro aecista montado no Jardim Lusitânia. Ou vá para o Rio de Janeiro, fazer companhia às viúvas do Aécio que moram no Leblon.

O economista e ex-presidente do Banco Central no governo FHC, Armínio Fraga, foi visto hoje na secretaria do SENAI se matriculando em um curso de capacitação. Segundo a secretária da unidade, Fraga disse estar decepcionado por não poder ser o futuro Ministro da Fazenda de Aécio Neves.

Armínio Fraga foi questionado se não seria melhor tentar a sorte nos Estados Unidos, já que tem dupla nacionalidade. “Já pensei nisso, mas com a taxa de desemprego lá maior do que a daqui, fica difícil”, afirmou Fraga, enquanto aguarda o início das aulas do curso de economia doméstica.

Por Roberto Rocha e @wandaladdams

HUMOR - Pegos para Cristo (Tutty Vasques)

Começou a caça às bruxas no ninho tucano: do apoio da revista britânica ‘The Economist’ à decisão de Marina Silva de soltar o coque no segundo turno, são muitos os candidatos a bode expiatório da derrota de Aécio Neves nas urnas. Nessas horas, como se sabe, a política é pura superstição.

 De Naomi Campbell a Ney Latorraca, o pé-frio da campanha deve sair de uma lista que tem Ronaldo Fenômeno, Neymar (que disse estar de acordo com as propostas de Aécio – será que ele saberia nominar uma só?), e Chitãozinho e Xororó, Rosa Maria Murtinho, Fagner, Luciano Huck, Lima Duarte, Zezé Di Camargo, Romário, Bernardinho, Nalber (que ganha dinheiro do Banco do Brasil, mas torce contra a nação) Fafá de Belém, Sandra de Sá, Armínio Fraga, a Velha Guarda da Mangueira, a família Campos, o Zico (que anda numa fase de amargar como técnico do Goa, último colocado na Super Liga da Índia), e muitos dos jornalistas do SISTEMA PIG.

A experiência do aliado José Serra em derrotas na corrida presidencial e o próprio sorrisinho debochado do candidato também constam da pauta que discute ainda se a promessa do cantor Lobão de deixar o País caso Aécio perdesse no domingo não foi decisiva para muita gente votar na Dilma.

ELEIÇÕES 2014 - Os grandes micos

Por Rodrigo Vianna, no blog Escrevinhador: Passada a eleição, é hora de selecionar os grandes “micos” dessa campanha eleitoral que mobilizou ódio e preconceito – por fim, derrotados na urna.

1) Marina Silva
Ganhou, disparado, o grande troféu de mico eleitoral. Sorriu sobre o caixão de Eduardo Campos em agosto. Depois, terceirizou sua campanha ao Itaú, enquanto se apresentava como “terceira via”… No fim, desmontada pelos fatos, soltou os cabelos numa cerimônia constrangedora de adesão a Aécio Neves. Marina destruiu dois partidos (PSB e Rede), e avacalhou sua própria história. Derreteu quando fugiu do debate com Dilma no primeiro turno. Raivosa, apoiou Aécio no segundo turno. Ao lado do tucano, perdeu a eleição e a pose.

2) Sensus e Istoé
Quando todas as pesquisas, na reta final, já davam Dilma em primeiro lugar, o instituto Sensus produziu estranhíssimos levantamentos que indicavam Aécio até 15 pontos na frente. É, nitidamente, caso para investigação policial. A revista “Istoé” arrastou-se na lama publicando as pesquisas aecistas. Mas pior foi ver o estatístico que dirige o instituto afirmar: “rasgo o meu diploma se a pesquisa estiver errada”. Aguarda-se agora que ele cumpra a promessa de campanha.

3) Lobão e Mainardi
O roqueiro prometeu ir embora do Brasil se Dilma ganhasse. Mais um que faz promessas só para iludir o povo. Diante da derrota, o ex-roqueiro declarou que voltava atrás – frustrando milhões de brasileiros que já se cotizavam para pagar o bilhete aéreo do rapaz. Lobão recebeu, na última hora, a companhia do moço que trabalhava na “Veja” e fugiu para Veneza. Diogo Mainardi prometeu que se jogaria pela janela se Dilma vencesse. Até agora, não cumpriu a promessa.


4) “Veja” e a classe média paulista
A revista da marginal lançou-se com fúria infantil na campanha. Às portas da falência, apostou tudo na eleição de Aécio Neves – produzindo uma capa que atendia aos interesses tucanos. A capa virou panfleto nas mãos da furiosa classe média paulista – que na tare de sábado (25/outubro) distribuía o material em uma desesperada passeata na avenida Paulista.

A mesma classe média espalhou boatos de que o doleiro Youssef (principal “fonte” da revista) teria sido “envenenado pelo PT”. Era mentira. “Veja” e a classe média conservadora acabaram por se afogar no próprio ódio. A revista da marginal pagou o mico de publicar um direito de resposta do PT em seu sítio eletrônico – por ordem do TSE. Já a classe média conservadora pagou o mico de terminar a eleição espalhando mensagens preconceituosas pelas redes sociais – contra o Nordeste. Detalhe: a derrota de Aécio não se deu no Nordeste. Mas no Rio e em Minas.


5) A viúva de Pernambuco
A família de Eduardo Campos mergulhou na campanha de Marina (e, depois, de Aécio) de forma abrupta. Filhos e viúva foram os primeiros a desrespeitar o luto. Pagaram o mico duplo: usaram o cadáver na campanha, o que não impediu uma derrota humilhante no segundo turno. Entre a exploração mórbida da memória de Eduardo e o reconhecimento ao ex-presidente Lula, o povo pernambucano ficou com o segundo. Foram , no 2º turno, 3.438.165 votos em Dilma. Aécio ficou com apenas 1.459.266 votos.



6) “O povo não é bobo…”
A Globo de Ali Kamel iniciou o segundo turno descarregando o escândalo da Petrobras sobre Dilma.  A família Marinho imaginava que ali decidiria a eleição. Mas Dilma resistiu – bravamente. A capa da “Veja”, na véspera do segundo turno, mostrou uma Globo já mais vacilante. Na sexta-feira (24/outubro), Ali Kamel fugiu do assunto – temendo que Dilma desmascarasse a Globo no debate ao vivo que aconteceria naquela noite. E Dilma mandou mesmo recado no debate, quando abriu sua resposta sobre a revista com a frase: “o povo não é bobo…”.

No sábado antes da eleição, a Globo entrou no assunto – de forma covarde. Dilma já não teria como responder. Mas o JN não teve o mesmo ímpeto de outras eleições. Mostrou-se fraco. Quando Dilma fazia o discurso da vitória no domingo, com transmissão ao vivo, a platéia interrompeu: “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”. Dilma manteve um meio sorriso no rosto. O áudio vazou no ar, inclusive na Globo. Mais um mico para a coleção de Ali Kamel (diretor de Jornalismo da emissora) – que se dedica a processar blogueiros, enquanto vê a audiência da TV despencar.

7) “Vamos conversar? Não, obrigado…”
Aécio foi um candidato competitivo. Agressivo demais em alguns momentos. Mas mostrou coragem, ao defender o legado de FHC, e ao reconhecer a vitória de Dilma de maneira republicana e tranquila. Aécio iniciou a campanha com o mote “vamos conversar”. Os ricos e remediados toparam falar com ele. E votaram nele. Mas Aécio jamais conseguiu chegar aos pobres. Na visita a uma comunidade em BH, um morador recolheu a mão quando o candidato estendeu a dele para o cumprimento. Mico registrado para a posteridade. Mico tão grande quanto perder a eleição em Minas – onde ele esperava uma vitória “consagradora”.

COMPORTAMENTO - Eu sou rica!

Jornalista (???) Deborah Albuquerque Chlaem Salomão, também como a "Barbie Fitness", ficou indignada com o resultado do segundo turno das eleições que terminou com a reeleição de Dilma Rousseff na presidência do Brasil por mais quatro anos. Em sua página pessoal no Facebook ela postou um vídeo falando sobre os eleitores que votaram em Dilma: “Estou me preparando para me mudar do País, eu sou rica e bem sucedida e tentei ajudar vocês, seus burros, imbecis e miseráveis que votaram na porra da Dilma. Vocês vão continuar na merda, dependendo sempre de bolsa merda”, falou:

Elegante a moça, né não? Não precisamos desse tipo de gentalha no Brasil. Que a terra lhe seja leve em Orlando, por mim pode ir pra nunca mais voltar...



Escrito por Lalo às 10h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Barra da Saia

A MÚSICA DO DIA

 

As garotas do grupo Barra da Saia apresentam-se no programa Terra, da Padroeira TV Aparecida, cantando "Você Não Soube Me Amar":

 

Mais de Barra da Saia em nosso blog:

- em 09/05/2012 - com Amon Lima, As Galvão, Sérgio Reis, Os Favoritos da Catira, Pepeu Gomes e Zeca Baleiro, cantando trechos de seu DVD 10 ANOS AO VIVO.

- em 21/06/2011 - cantando 'Mercedita' e 'Galopeira'.


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

HUMOR - Fio dental

Manuel está de férias no Rio de Janeiro, e almoça num restaurante com um amigo, o Joaquim. Acabada a refeição, o amigo sentiu que um fiapo de carne ficara preso entre os seus dentes e, como não havia palitos sobre a mesa, perguntou:
— Ó Manuel, tu usas fio dental?
- Ora pois que não, ó Joaquim!!! Eu cá tenho a bunda muito peluda!

ELEIÇÕES 2014

De que adiantaram as SUV’s desfilando com adesivos de Aécio enquanto os eleitores deste depredavam carros com adesivos de Dilma?
De que adiantou os eleitores de Aécio agredirem um cadeirante ou insultarem cidadãos que ousavam mostrar opinião diferente?
De que adiantou a Veja inventar e espalhar uma calúnia e debochar da Justiça quando esta puniu seu crime eleitoral?
De que adiantou “o mercado” derrubar suas cotações para chantagear o povo, julgando-o besta?
De que adiantaram anos de terrorismo econômico da mídia, alardeando desgraças como desemprego ou racionamento de energia?
De que adiantaram as demonstrações de arrogância dessa elite decadente que se horroriza ao ver gente humilde comprando na mesma loja ou voando no mesmo avião?
De que adianta tentar enganar um povo que, após 12 anos de inclusão social, tornou-se muito mais esperto e não se deixa mais enganar?
Na democracia, o princípio mais elementar é o de que o voto do banqueiro vale o mesmo que o do faxineiro do banco.
Essa gente perdeu as quatro últimas eleições presidenciais por uma única razão: não entende o princípio democrático basilar: um homem, um voto.
Hoje, o povo brasileiro demonstrou maturidade. Não se deixou abalar. A maioria permaneceu silenciosa, só vendo a direita exibir sua bocarra arreganhada, suas garras fétidas.
O Brasil venceu. E os eleitores de Aécio Neves, também. Foram salvos de muito sofrimento, ainda que não saibam. Por isso, entoem comigo:

Viva o PT!
Viva Lula!
Viva Dilma!
Viva a Democracia!
Viva o povo Brasileiro!

Eduardo Guimarães, no blog Contraponto

***********************************************

Vale salientar que, nestas eleições, a fraca oposição teve ampla ajuda da grande imprensa e de parcela da Justiça Federal, especialmente em duas situações:

- na figura do ministro Gilmar Mendes, que em 02/10/2014 suspendeu um primeiro direito de resposta ao PT na revista “Veja” concedido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A resposta, que seria de uma página, publicada na próxima edição daquela revista, se referia a texto publicado nas páginas de Veja no dia 13 de setembro com o título “O PT sob chantagem”.  A reportagem acusava o partido de pagar propina para “comprar o silêncio de um grupo de criminosos”, para evitar o envolvimento de seus integrantes no escândalo da Petrobras. Também dizia que dinheiro desviado da estatal teria sido usado para calar um empresário que ameaçava envolver lideranças petistas no assassinato, em 2002, do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel. O TSE entendeu, por unanimidade (7 x 0),  que a revista divulgou uma “ofensa” ao PT sem comprovar as informações. Gilmar Mendes, anti-petista ferrenho, suspendeu o direito de resposta.

 - O juiz paranaense Sérgio Moro que está, aparentemente, em campanha eleitoral. O seu tribunal é uma “peneira” de furos seletivos – invariavelmente contra o PT -- de depoimentos, tanto do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, quanto do doleiro Alberto Yousseff, ambos criminosos beneficiários de pretensa delação premiada que corre em segredo de justiça. Conforme escreveu o jornalista Jânio de Freitas, o juiz Ségio Moro inaugurou um novo sistema: o do sigilo judicial com alto-falante...

 Pois é, passamos por tudo isso nestas eleições, o que comprova que a força da militância do PT é maior do que a da oposição e sobrepuja também suas forças ocultas. O povo demonstrou que não é trouxa, né não?

HUMOR - Me casei à toa... 

JUIZ DE FORA - Inconsolável após a divulgação do resultado das eleições, o senador tucano Aécio Neves abraçou os amigos Ronaldo Fenômeno, Alexandre Accioly e Fred, e lamentou: "Me casei à toa. Me casei à toa", repetia.

Com um sopro de alento, Aécio anunciou a contratação de 45 advogados do Fluminense. "Pretendo recorrer ao STJD. Parece que a Dilma escalou um elemento barbudo como cabo eleitoral de forma irregular. Pelo regulamento, tenho direito a 4 milhões de votos", explicou.

Em paralelo, o governador da Flórida ligou para o senador, esbaforido. "Peço ao senhor Aécio Neves que atue de forma enérgica para impedir um êxodo de brasileiros para Miami", implorou, de joelhos.

COMPORTAMENTO - Cobrando o aluguel 

Pastor Silas Malafaia -- aquele mesmo que se declarou ser Aécio Neves desde criancinha -- mostra, passo a passo, o caminho para os seus fiéis conquistarem o sonho da casa própria. Assista, aprenda e peça o número da conta do pastor. O vídeo é de 2010, mas continua atual:



Escrito por Lalo às 16h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HOJE É DIA DA DEMOCRACIA

DIREITO DE RESPOSTA CONFERIDO PELO STE

VEJA veicula a resposta conferida à Dilma Rousseff, para o fim de serem reparadas as informações publicadas na edição nº 2397 - ano 47 - nº 44 - de 29 de outubro de 2014:

 

A democracia brasileira assiste, mais uma vez, a setores que, às vésperas da manifestação da vontade soberana das urnas, tentam influenciar o processo eleitoral por meio de denúncias vazias, que não encontram qualquer respaldo na realidade, em desfavor do PT e de sua candidata.

 

A Coligação "Com a Força do Povo" vem a público condenar essa atitude e reiterar que o texto repete o método adotado no primeiro turno, igualmente condenado pelos sete ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por terem sido apresentadas acusações sem provas.

 

A publicação faz referência a um suposto depoimento de Alberto Youssef, no âmbito de um processo de delação premiada ainda em negociação, para tentar implicar a Presidenta Dilma Rousseff e o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em ilicitudes. Ocorre que o próprio advogado do investigado, Antônio Figueiredo Basto, rechaça a veracidade desse relato, uma vez que todos os depoimentos prestados por Yousseff foram acompanhados por Basto e/ou por sua equipe, que jamais presenciaram conversas com esse teor.

CONFIRA EM http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/direito-de-resposta

 

 

ITINERÁRIO DE UM DESASTRE

Nenhum governo teve mídia tão favorável quanto o de FHC, o que não deixa de ser surpreendente, visto que em seus dois mandatos ele realizou uma extraordinária obra de demolição, de fazer inveja a Átila e a Gêngis Khan. Vale a pena relembrar algumas das passagens de um governo que deixaou uma pesada herança para seu sucessor.

O dinheiro secreto das campanhas: Denúncias que não puderam ser apuradas graças à providenciais operações abafa apontaram que tanto em 1994 como em 1998 as campanhas de Fernando Henrique Cardoso foram abastecidas por um caudaloso esquema de caixa-dois. Em 1994, pelo menos R$ 5 milhões não apareceram na prestação de contas entregue ao TSE. Em 1998, teriam passado pela contabilidade paralela R$ 10,1 milhões.

A taxa média de crescimento da economia brasileira, ao longo da década tucana, foi a pior da história, em torno de 2,4%. Pior até mesmo que a taxa média da chamada década perdida, os anos 80, que girou em torno de 3,2%. No período, o patrimônio público representado pelas grandes estatais foi liquidado na bacia das almas. No discurso, essa operação serviria para reduzir a dívida pública e para atrair capitais. Na prática assistimos a um crescimento exponencial da dívida pública. A dívida interna saltou de R$ 60 bilhões para impensáveis R$ 630 bilhões, enquanto a dívida externa teve seu valor dobrado.

Enquanto isso, o esperado afluxo de capitais não se verificou. Pelo contrário, o que vimos no setor elétrico foi exemplar. Uma parceria entre as elétricas privatizadas e o governo gerou uma aguda crise no setor, provocando um longo racionamento. Para compensar o prejuízo que sua imprevidência deu ao povo, o governo  FHC premiou as elétricas com sobretaxas e um esdrúxulo programa de energia emergencial. Ou seja, os capitais internacionais não vieram e a incompetência das privatizadas está sendo financiada pelo povo.

 A obra de destruição realizada por FHC não pode ser fruto do acaso. Ela só pode ser fruto de um planejamento meticuloso.

 Assim que assumiu a presidência da república, em 1995, Fernando Henrique Cardoso baixou um decreto extinguindo a chamada Comissão Especial de Investigação, instituída pelo antecessor, presidente Itamar Franco, que, composta por representantes da sociedade civil, tinha o objetivo combater a corrupção. Seis anos mais tarde, em 2001, fustigado pela ameaça de uma CPI da Corrupção, o presidente Cardoso conseguiu desviar a atenção da sociedade criando uma tal Controladoria-Geral da União, que se notabilizou por abafar as denúncias que motivaram sua criação.

 

 

 

 

CAMPANHA ELEITORAL NA PARAÍBA

 

Semana passada, em sua última visita ao interior da Paraíba, Aécio Neves parou em uma humilde casinha, e pediu para a senhora que ali morava um copo dágua. A velhinha, que é cega, não reconheceu a voz do visitante, e chamou seu netinho para atendê-lo:

- Aécim, aécim, traga um copo dágua pra esse senhor...

Surpreso, Aécio Neves se regozijou:

- Minha senhora, seu netinho chama-se Aécio? É uma homenagem?

- Não senhor, o nome dele é Luis Inácio. Mas ultimamente deu pra mentir muito, e colocamos nele o apelido de Aécim...


 

VOTO EM AÉCIO? NEM SOB TORTURA!

1 - Política de privilégios: construiu estrada em fazenda de dono da Globo e aeroportos particulares em terra de familiares;

2 - Foi educado com regalias políticas, como nomeações de cargos de chefia, mesmo com a pouca idade e nenhuma experiência;

3 - Feriu a liberdade de expressão da imprensa mineira;

4 - É desrespeitoso com mulheres, além de banalizar as políticas 
públicas para o público;

5 - Quando governador, não obedeceu a lei que obriga destinação de 12% do orçamento do estado para a saúde;

6 - Diz que vai acabar com o fator previdenciário, mas votou a favor da aprovação da matéria em 1998, quando deputado federal;

7 - O candidato tucano é criticado por 140 entidades por usar a redução da maioridade penal para angariar votos;

8 - Nepotista! Aécio usou leis estaduais para empregar parentes;

9 - Aécio acabou com o programa de transferência de renda criado por Itamar Franco, que garantia a permanência de crianças carentes na escola;

10 - Além de receber salários da Câmara dos Deputados, do governo de Minas e da Caixa, Aécio trabalhou para a ditadura;

11 - Promotoria denuncia Aécio por desviar R$1 bi da saúde e o tucano ainda é investigado em ação que trata de outros R$4,3 bi já denunciados;

12 - É apoiado pelos políticos com históricos mais conservadores, racistas e preconceituosos;

13 - Em quase 4 anos, Aécio não aprovou nenhum projeto no Senado.

 



Escrito por Lalo às 08h29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Almir Côrtes

A MÚSICA DO DIA

Almir Côrtes Barreto nasceu em 01/03/1979 em Santo Antônio de Jesus (BA). É instrumentista, arranjador, compositor e musicólogo, e começou a tocar por volta dos 12 anos, quando aprendia músicas ao violão com seus tios e nos livros que traziam canções cifradas. Após essa fase dedicou-se à guitarra elétrica, interessando-se pelo rock nacional e internacional. Em 1998 passou no vestibular em música e mudou-se para Salvador, para estudar violão clássico na Universidade Federal da Bahia-UFBA. Hoje você vê uma apresentação de Almir Côrtes no International Center, na Indiana University, em Bloomington (USA) em que tocou "Lamentos do Morro", de autoria do grande compositor Garoto:


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

HUMOR - Garota de programa

Um casal resolve hospedar-se no Sheraton Hotel, em Belo Horizonte. Quando estavam no balcão passa uma loiraça maravilhosa.

A mulher comenta com o marido: "Zé, que mulherão! Será que é alguma artista?"

O marido responde: "Qui nada, sô, é muié de programa!"

A mulher retruca: "Não pode ser."

Zé Mineirinho: "Si ocê quizé vô lá conversá cum ela. E ocê fica perto pra ouvi o que falamos."

Mulher: "Tá bem."

O marido chega no bar ao lado da loira e pergunta se pode oferecer uma bebida. A loira topa. Depois começa um papo e Zé Mineirinho: "Uai, loirona, tá a fim de um programa?"

A loira: "Se você tá disponível..."

Ele pergunta: "Quanto ocê cobra?"

Ela responde: "$500,00"

Ele: "Uai, sô, é caro... num dá pra fazê por $100,00?"

Ela: "$100? Não paga nem meu cabeleireiro e a maquiagem!"

Eles se afastam e a esposa do Zé percebe que o marido tinha razão. No dia seguinte, ao tomarem o elevador para o café da manhã eles dão de cara com a loiraça. Ela olha a esposa do Zé de cima a baixo e diz para ele:

-"Viu só no que dá pechinchar?"

ATUALIDADES - E por falar em água..

PSDB lança “Meu Banho, Minha Vida”! - Por Altamiro Borges, no Blog do Miro

O irreverente José Simão, um dos poucos colunistas que ainda merece ser lido na Folha tucana, publicou mais uma pérola nesta quarta-feira (22). Segundo ironiza, o governo deverá lançar em breve o programa “Meu Banho, Minha Vida!” para enfrentar a grave crise de água que tortura os paulistas em decorrência do “choque de indigestão” do PSDB. Outro programa que está em discussão é o “Balde Família”, que visa armazenar este líquido precioso para os dias piores que virão. “O Alckmin vai lançar o Balde Família: toda família terá direito a um balde vazio! Rarará!”.

Deixando de lado as piadas, o cenário em São Paulo é cada dia mais dramático. Segundo pesquisa Datafolha, os cortes de água se generalizaram pela capital paulista: 60% dos entrevistados relataram ter sofrido ao menos um caso nos últimos 30 dias. Nas pesquisas anteriores, em junho e agosto, os índices foram de 35% e 46%. “O levantamento mostra também que os paulistanos estão pessimistas em relação ao futuro: 88% deles creem que a metrópole corre grande risco de ficar longos períodos sem água nos próximos meses”, relata o editorial da Folha desta quarta-feira.

O temor é tão real que 66% dos entrevistados já cogitam recorrer à estocagem da água. “Essa iniciativa traz alguns perigos. O armazenamento inadequado – por exemplo, em recipientes não esterilizados –, pode levar à contaminação da água por bactérias, ocasionando prejuízo à saúde dos que vierem a consumi-la. Mais grave, com a proximidade do verão, estação em que costuma se verificar aumento do número de casos de dengue, os reservatórios em casas e apartamentos podem servir de nascedouro para o mosquito transmissor da doença”, alerta o jornal.

Mas o governador Geraldo Alckmin, que foi reeleito graças também à cumplicidade da mídia tucana – que escondeu a grave crise da água –, ainda permanece inerte. Ele “tem sido evasivo em relação à segurança hídrica”, segundo a Folha, que adora “tucanar” a desgraceira. Na verdade, Alckmin protela o enfrentamento do problema para beneficiar Aécio Neves, o cambaleante presidenciável do PSDB. Tudo é feito com base em cálculos eleitoreiros! Passado o segundo turno, os programas “Balde Família” e “Meu Banho, Minha Vida” até poderão ser implantados!

 Canhão de água em crise hídrica – Tutty Vasques

A última notícia que tivemos deles foi, salvo engano, que não chegariam a São Paulo a tempo de zelar pela segurança da Copa do Mundo. Não sei se o atraso prolongado até hoje dá motivos para o governo suspender o negócio, mas imagina a maluquice se, no auge da crise hídrica que começa a gerar protestos na cidade, a PM receber os quatro blindados com canhões de água que comprou para dispersar multidões descontroladas!

 Não bastasse o surrealismo de se combater com muita água manifestações contra a falta d’água, o novo armamento israelense adquirido em abril correrá sério risco de ficar sem munição após os primeiros jatos disparados a 60 metros de distância em situações de desordem pública.

 Imagina o mico da Tropa de Choque vendo o jorro virar esguicho por falta do precioso líquido no arsenal da PM. As autoridades competentes têm duas alternativas: ou cancelam de imediato a compra ou pedem ao fabricante que adiem a entrega. Sine die.


ELEIÇÕES 2014

"Laranja" de Yousseff afirma que doleiro ‘trabalhava para o PSDB’ - Fausto Macedo e Ricardo Brandt

Leonardo Meirelles foi interrogado como réu em uma das ações penais da Operação Lava Jato – investigação sobre esquema de lavagem de dinheiro que pode ter alcançado R$ 10 bilhões. Disse ainda que outros políticos do PSDB foram beneficiados com o esquema de propina em contratos da Petrobras. Impedido pelo juiz Sérgio Moro de citar nomes de parlamentares – uma vez que o processo ocorre na primeira instância e senadores e deputados só podem ser investigados pelo STF – Meirelles deu uma dica: um dos parlamentares do PSDB é da mesma região do doleiro, que nasceu em Londrina, no Paraná.

O nome de Sérgio Guerra – morto em março de 2014, vítima de câncer – surgiu pela primeira vez na Lava Jato na delação premiada do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa. Segundo Costa, em 2009 o então senador e presidente nacional do PSDB o procurou para pedir propina em troca do esvaziamento da CPI da Petrobrás, no Senado, aberta em julho daquele ano. Sérgio Guerra integrava o bloco de oposição na CPI. O ex-diretor da estatal petrolífera afirmou que a empreiteira Queiroz Galvão pagou R$ 10 milhões para Guerra. ***********************************

Talvez seja por isso que a Justiça do Paraná decidiu transferir os depoimentos do doleiro Alberto Youssef para depois das eleições, né não? Mera coincidência...

*******************************************

Desarranjo na Bovespa – Tutty Vasques

Dilma sobe nas pesquisas e deixa mercado financeiro com o aparelho excretor na mão.

Minas 247 – O Ministério Público Federal em Minas Gerais decidiu investigar se o ex-governador Aécio Neves (PSDB) cometeu improbidade administrativa ao utilizar R$ 14 milhões de recursos públicos para construir um aeroporto no município de Cláudio, interior do estado. O aeródromo foi feito em uma área desapropriada que pertencia ao seu tio-avô. Segundo denúncia da Folha de S. Paulo, as chaves ficavam em poder dos familiares do tucano na região, que davam autorização para seu uso. O hoje candidato à presidência nega qualquer irregularidade e defende que a obra beneficiou a população mineira.

A parte criminal de uma representação apresentada pelo PT contra Aécio foi arquivada no início do mês pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Ele enviou o restante da representação, no entanto, para Minas Gerais, a fim de que fosse investigado se houve crime de improbidade administrativa.

Aécio Neves defendendo com unhas e dentes o corrupto Demóstenes Torres, em plena tribuna do Senado...

Cabe o velho ditado:

DIZE-ME COM QUEM ANDAS, E DIR-TE-EI QUEM TU ÉS...



Escrito por Lalo às 20h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MÚSICA - Aldy Carvalho

A MÚSICA DO DIA

O poeta e cantador pernambucano Aldy Carvalho, filho de Petrolina (Pernambuco), costuma carregar na ponta da língua o bordão: “saí do sertão, mas o sertão não saiu de mim’’. Desde que rumou para São Paulo, no final nos anos 80, fez um pacto para melhorar de vida e realizar seus sonhos através da arte, sem perder as raízes com o universo sertanejo e com as águas do rio São Francisco, onde pescou e se banhou bastante na infância. Quando debandou com a família, sabia que teria uma rotina bem diferente da tranquilidade que vivia. Passados mais de 20 anos, o artista mantém sua agenda de show lá e cá, deixando sempre forte o elo com a terra natal. Hoje você vê Aldy Carvalho cantando "Sina de Cantador", de sua própria autoria, com a participação de Ba (violino), Arthur Carvalho (triângulo), Fioravante (acordeon), Walter Poli (zabumba) e Tony Marshal (violão):

 


Há os seios normais ( . )( . ), os com silicone ( + )( + ), os seios perfeitos (o)(o). Alguns estão com frio (^)(^), outros são da vovó ././ E não se esqueça dos grandões (o Y o), dos bem pequenos (.)(.), nem dos assimétricos (•)(.) Diga ┌П┐(_)┌П┐ ao câncer de mama! Mulher, faça o auto-exame tocando seus seios e vá regularmente ao médico! Preserve sua vida!

Já fez seu clique de hoje? CLIQUE AQUI e depois clique na tecla cor-de-rosa do seu lado esquerdo, que diz 'Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA'.

ATUALIDADES - E por falar em água...

A mídia familiar é assim, depois que os paulistas elegeram Alckmin no primeiro turno, aparece a 'CRISE DA ÁGUA', mas agora é tarde. Você vota em Aécio Neves, porque ele diz que vai melhorar a vida do povo brasileiro e depois você descobre que ele não vai, mas aí já será muito tarde e você passará quatro anos sofrendo. Vote em Dilma Rousseff e tenha o governo ao seu lado. (blog do APOSENTADO INVOCADO)

******************************

Aécio promete acabar com a água em todo o Brasil

"Prometo levar o engarrafamento para cada rincão desse Brasilzão", anunciou Aécio

CANTAREIRA - Vestindo duas boias de braço do Mickey, o candidato Aécio Neves abraçou os afluentes José Serra e Geraldo Alckmin para desaguar novas promessas: "Alckmin foi reeleito em primeiro turno no maior colégio eleitoral do Brasil. Isso aponta os caminhos para captar as demandas submersas nos corações dos brasileiros", discursou, com olhos marejados. Em seguida, saltou de bombinha no Tietê.

"Se eleito, prometo estender as conquistas de Alckmin para todo o país", disse, enquanto pedia para a Policia baixar o cacete em um cardume de girinos que cruzou seu caminho. "No meu governo, todo brasileiro, independente de sua origem ou classe social, experimentará os benefícios da falta d'água", concluiu.

Em seguida, Aécio deu um caldo em José Serra e afirmou: "Vamos afundar todas as Universidades nos moldes do que foi feito com a USP".

CRÔNICA - Fila (Fábio Porchat)

Talvez uma das coisas que melhor simbolize o povo de um país seja a fila. A fila, é um meio organizado e democrático das coisas acontecerem de forma pacífica. Sem a "invenção" da fila, seria um deus nos acuda, um salve-se quem puder. Eu fico imaginando que tipo de confusão estava armada, para um ser humano ter berrado pro alto: gente, por favor, vamos fazer uma linha reta aqui com as pessoas que chegaram primeiro!

No Brasil, sabemos todos, as filas não crescem, elas engordam. Nós aqui furamos fila e é isso. Foi institucionalizado que o brasileiro é um povo que não tá nem aí pro próximo e vai passar na sua frente na cara dura sem nem tentar inventar uma desculpa.

O problema é que, para uma pequena parcela da população, e eu me incluo nela, a fila vale sim! E ver algum espertalhão passar na minha frente me gera um tipo de raiva que, eu tenho certeza, é igual a raiva que sentimos quando o Bolsonaro é eleito. Sabe isso? Quando você se pega falando sozinho: pera aí, mas não é possível que isso esteja acontecendo.

Furar fila tinha que ser pecado na Bíblia. No antigo testamento, inclusive, que era pra já valer pras três religiões. Eu prefiro um céu onde tenham pessoas que não tenham ido a missa todo domingo, do que um céu de pessoas que passam na frente das outras porque simplesmente é assim que é. E para justificar a malandragem, vale de tudo.

As pessoas criam suas próprias lógicas para se perdoarem de fazer errado. A pessoa não sabia onde terminava a fila, então ela furou. A pessoa não sabia que tinha fila, quando descobriu já tinha furado, então deixa. A pessoa cria uma fila paralela, porque afinal de contas, é uma fila. Uma outra, muito menor do que as outras pessoas estavam, uma fila que só existe na sua cabeça, mas é uma fila.

A fila única, ao meu ver um aprimoramento da fila, essa então, não é compreendida mesmo. Porque os brasileiros querem se dar bem. Qual é a graça de ficar numa fila que tá todo mundo? O legal é pegar uma fila e ver que você foi atendido primeiro que o trouxa da outra fila. E, as vezes, a própria fila se rebela e cria uma fila dissidente.

Muitas vezes porque se sente injustiçada com os furões. Quer dizer, a pessoa resolve prejudicar quem está corretamente na fila por causa de um idiota. Não seria mais coerente prejudicar o idiota? Porque agindo assim, você, que estava certo, virou um idiota igual. Um amigo me falou: "ah, mas essa é a cultura do Brasil, é assim mesmo". Entendi, a cultura no Brasil é ser babaca agora? E, se você que está lendo isso e pensando: "eu não sou essa pessoa. Eu nunca faria uma coisa dessas".

Pense de novo. Pois é impressionante como nenhum de nós nunca somos essas pessoas. Nunca ninguém furou fila, andou pelo acostamento, subornou o guarda, parou na ciclovia, parou na vaga de deficiente... É incrível como nós sempre somos maravilhosos e os outros são sempre "brasileiros".

 

ELEIÇÕES 2014

Aécio Neves desistiu de anunciar, conforme havia prometido, os nomes do seu ministério antes de as urnas se abrirem. Mas alguns são dados como certos por quem conversa com ele:Antonio Anastasia ocuparia um superministério da Infraestrutura, que reuniria as atuais pastas da Cidade, Transportes, Portos, Integração Nacional e Minas e Energia. Bernardinho iria para os Esportes. José Serra vai para o governo, provavelmente para o Itamaraty. Armínio Fraga, que todo mundo sabe para onde irá se Aécio for eleito, claro, esteve em Nova York na quinta-feira, 16, com a cúpula do J.P. Morgan tratando de sua saída da Gávea Investimentos, controlada pelo banco americano.

Por Lauro Jardim, Revista Veja

 Dilma arrasou Aécio no debate com frases de efeito cortante. Igual ao debate na Band venceu em TODAS as perguntas. Mesmo nos momentos em que Aécio parecia que ia se dar melhor, Dilma o superou na tréplica.
Aécio caiu na bobagem de fazer uma pergunta sobre saúde. Ah, se arrependimento matasse... Levantou a bola para Dilma voltar ao tema de Aécio ter desviado verbas para outras coisas que deveriam ser aplicadas na saúde quando governou Minas Gerais. Mas dessa vez, Dilma não se limitou a argumentos técnicos. Depois de citar a ação do Ministério Público sobre o caso, leu uma frase de um Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de MG: “É duro engolir que vacina para cavalo seja contabilizada como gasto em saúde.”
Uma linguagem que todo mundo entende. Nada contra vacinar os animais, mas convenhamos que é verba da Secretaria de Agricultura e Pecuária.
Agora a pergunta que não quer calar: o cavalo da família, em Cláudio, também está incluído aí nestas paradas? Dá para Aécio responder ou tá difícil, igual ao dinheiro público que foi para as rádios da família?

A decisão do TSE de proibir menções ao aeroporto de Cláudio me lembrou uma das melhores frases de Machado de Assis: “O maior pecado depois do pecado é a publicação do pecado”, escreveu Machado.

Quer dizer: o problema, sob a estranha lógica do TSE, não é a existência de um aeroporto de uso privado construído com dinheiro público no governo Aécio em Minas. O problema é falar nele. É uma pancada na democracia. Não basta a mídia não cobrir o assunto, em seu esforço épico para eleger Aécio. Agora, também na propaganda eleitoral o caso não pode ser explorado.

Quem acredita na explicação do TSE, como dizia Wellington, acredita em tudo. A campanha tem que ser propositiva, esta a alegação. É uma bobagem que vem envolta em pretensos ares civilizatórios.

O real objetivo das campanhas é permitir que os eleitores conheçam os candidatos. Num mundo menos imperfeito, isso seria feito pela mídia. Mas não é o que acontece. Quando a mídia informou à sociedade sobre as rádios de Aécio – um palanque permanente e indecente?

Quando a mídia contou que aos 25 anos Aécio, o Senhor Meritocracia, ganhou o cargo de diretor da Caixa Econômica Federal? Quando a mídia noticiou que aos 17 anos Aécio tinha um emprego público em que deveria estar em Brasília no mesmo momento em que estudava no Rio? Nunca.

O TSE exorbitou. Caso algum candidato se sinta vítima de calúnia no programa eleitoral, que recorra à Justiça.

Aécio ao longo de toda a vida foi protegido. Em Minas, a mídia foi sempre controlada, por meio de publicidade, para não publicar coisas ruins sobre ele. Jornalistas locais disseram que já sabiam faz tempo do aeroporto de Cláudio, mas eram impedidos de escrever sobre o assunto. Democracia? Liberdade de expressão? Transparência? Meritocracia?

Quer dizer: justo quando os brasileiros podem conhecer um contendor para a presidência, o TSE ajuda na blindagem. É um gesto simplesmente indefensável. Se falar em Cláudio não é “propositivo”, falar na Petrobras é?

Desde que vi os togados do STF na televisão no julgamento do Mensalão, perdi todas as expectativas sobre a Justiça nacional. Mas, ainda assim, pela mão do TSE, ela conseguiu se superar em obtusidade nesta decisão.

Sobre o Autor

O jornalista Paulo Nogueira é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mundo.

Argumentação bem embasada e programática dos que votam em Aécio Never:

Pelo jeito esse pessoal fumou (ou, apoiando a quem apóiam, CHEIROU???) orégano estragado, né não???



Escrito por Lalo às 15h29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Homem, de 56 a 65 anos
Histórico
    Outros sites
      NOSSO ANTIGO BLOG - www.lalokohout.zip.net/
      PLANETA SUSTENTÁVEL - Veja como você pode ajudar
      LEI MARIA DA PENHA - Contra a agressão à mulher
      TRANSPARÊNCIA BRASIL - fique de olho nos políticos
      PATRIMÓNIO IMATERIAL - História e achados da região do Alentejo - Portugal
      SEU EDIBAR E DONA EDMUNDA - o típico casal brasileiro
      VAGOS LUMES (atual blog da Anamaria Rossi, que subsitui o antigo YO QUE SÉ) )
      KARAMINHOLAS (Blog do TõeRoberto)
      BLOG 'SÓ OUVIDOS' - da Ceresina - Variedades
      BLOG PRISMA - de Leila Dohoczki - para os amantes da poesia
      CASA DE HARMONIA - Florais, Astrologia e Tarô Alquímicos, Feng Shui
      BLOG DA GIL FAÇANHA - Publicando Sentimentos - literatura e poesia
      Revista Superinteressante - arquivos dos últimos 20 anos
      BLOG DA DEUSA MARIA - Compartilhando Vivências
      Principais jornais e revistas do Brasil
      CÂNCER DE MAMA - Campanha da Mamografia DIGITAL GRATUITA - Ajude com seu clique
      Portal dos Parques Nacionais Brasileiros
    Votação
      Dê uma nota para meu blog